Bruno de Carvalho: «Não vejo a minha filha há cinco meses, corro o risco de não a reconhecer»

Ex-líder leonino volta a falar da desilusão que foi o casamento com Joana Ornelas e diz que vai lutar por Leonor

Bruno de Carvalho voltou a falar esta segunda-feira do fim do casamento com Joana Ornelas, considerando que foi a "maior desilusão" da sua vida.

"Não tenho dúvidas que foi a minha maior desilusão. Todos nós fazemos apostas na vida e essa foi uma aposta pessoal que não correu bem", disse no 'Programa da Cristina'.

Bruno de Carvalho considerou que foi pertinente fazer essas referências no livro. "As pessoas têm o direito de saber aquilo que se passou. Não tive um porto de abrigo. Não é para retirar culpas mas não tive um porto de abrigo", referiu.

"Conhecemos as pessoas nos maus momentos. A Joana não estava interessada no que se estava a passar e nunca esteve lá para mim", continuou, frisando: "Acho que se deslumbrou por poder estar com o presidente do Sporting".

O antigo presidente do Sporting lamentou que não possa estar com a filha mais nova, Leonor, fruto desse casamento.

"A minha filha tem 9 meses e eu não a vejo há cinco apesar de ordem do tribunal. Corro o risco de dizer que se a vir na rua com uma pessoa que não conheço provavelmente não a reconhecerei. Vou lutar com todas as minhas forças. Não hei-de perder a Leonor nem que tenha de lutar até ao fim da minha vida".

Bruno de Carvalho disse dar-se bem com Cláudia Dias Gomes, mãe da sua filha Diana. "Conseguimos ultrapassar as coisas com alguma facilidade, em prol dos interesses superiores da Diana".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0