Plataforma portuguesa quer concorrer com a 'Fantasy League'

Com apenas seis meses de existência, a 'Realfvr' já tem 35 mil utilizadores registados

• Foto: DR Record

A 'Realfevr' é a primeira plataforma portuguesa online que disponibiliza ligas virtuais de futebol com estatísticas em tempo real e a possibilidade de disputar provas nacionais e internacionais, assumindo-se como concorrente direta da 'Fantasy League' da UEFA.

Tiago Dias, fundador e diretor executivo da 'Realfevr', explicou à agência Lusa que, em contraponto com a proposta da UEFA, uma das principais mais-valias da plataforma é a possibilidade de jogar, em simultâneo e com um único registo, o campeonato português, espanhol, a Liga dos Campeões e a Liga Europa.

"A 'Fantasy League' é, claramente, uma concorrente, mas se há coisa que sabemos é que a nossa plataforma é diferenciadora. É capaz de haver em todo o mundo uma ou duas com a mesma abordagem, o design cuidado, a facilidade de utilização e a valorização da estatística", observou.

O registo é gratuito e Tiago Dias e os cinco fundadores do projeto querem que assim continue, pelo menos para uma utilização básica, prevendo a possibilidade de oferecer "pequenos pacotes que as pessoas vão poder comprar em função da sua necessidade".

"Uma das condições dos fundadores é que haja sempre a possibilidade de ser gratuito. Quem quiser ter uma liga com estatísticas mais complexas, personalizar a sua liga, ter mais amigos no seu grupo de jogadores ou ter outro tipo de competições vai ter de pagar", explicou.

Por enquanto, o retorno advém da publicidade e acordos de patrocínio das ligas que disponibiliza, e Tiago Dias reconhece que a 'Realfevr' "tem uma faturação residual relativamente aos seus custos", mas, sem falar em números, lembra que a plataforma entrou em funcionamento há apenas seis meses.

"O negócio do jogo desportivo online gera biliões de dólares por ano. Sabemos perfeitamente o que estamos a fazer e onde queremos chegar, mas estamos ainda na primeira fase", sustentou Tiago Dias, de 36 anos, que, tal como outros sócios, se despediu para poder trabalhar a tempo inteiro no projeto.

Com 35.000 utilizadores registados e um crescimento de 300% no último trimestre, a 'Realfevr' espera atingir 100.000 jogadores até ao fim da época 2016/2017, para o que vai contribuir a entrada no mercado americano no próximo ano, com a inclusão das ligas do México e da Colômbia.

"Vamos imaginar que um dia temos 100.000 pessoas registadas. É como se tivéssemos, todas as semanas, um estádio cheio", assinalou o diretor executivo da 'Realfevr', adiantando que já foi contactado por alguns clubes da Liga NOS interessados em conhecer o projeto.

Tiago Dias não exclui a possibilidade de alargar a plataforma a outros desportos, mas, para já, diz que a empresa está apenas concentrada no futebol, proporcionando aos seus utilizadores a possibilidade de criarem equipas virtuais com base em jogadores reais, sendo pontuados em função do seu desempenho.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Vídeojogos

Notícias