Apoiar no Restelo, faça chuva ou faça sol

Ana Fernandes “converteu” o seu filho ao Belenenses e não há jogo que mãe e filho falhem. Já faz parte da tradição…

A carregar o vídeo ...
Ana Fernandes, CF Os Belenenses

"Quer faça chuva ou faça sol"… Sejam quais forem as condições climáticas, não há forma de Ana Fernandes falhar um jogo do Belenenses no Restelo (também segue alguns fora de portas). Já faz parte da tradição, já faz parte de si, tal como já faz parte do hábito ir ao Restelo acompanhada pelo seu filho, de oito anos. Um pequeno adepto que a própria Ana Fernandes "converteu" em ferrenho seguidor do clube, após aquele que considera ter sido "um trabalho muito ingrato e muito difícil". É que, além de, no seu entender, "não ser natural" uma criança ser fã do Belenenses, Ana Fernandes teve ainda de "lutar" contra outro "opositor": o pai, fã do Benfica.

"Cada vez mais as crianças são do que ganha. Tive de incutir esta paixão ao meu filho. Assim que fez seis anos, comecei a levá-lo exaustivamente ao estádio. Cheguei até a levá-lo a jogos em que chovia torrencialmente!" A "pressão" feita acabaria por resultar e o pequeno Francisco tornou-se num adepto ferrenho dos azuis.

Mas de onde veio toda esta paixão pelo clube do Restelo? Tudo começou quando o pai de Ana se mudou para Lisboa. Fixado na zona da Ajuda, começou a ver os jogos do clube e a sentir "aquele" carinho pelos azuis. Tornou-se sócio. Fez os filhos sócios e passou uma mensagem que a própria Ana (sócia n.º 2614 clube, desde os seis anos) transmite ao seu filho. "Sempre me disse que não tínhamos de ser só do que ganha, que temos de ser de um clube que nos diga alguma coisa." Essa é, refira-se, uma mensagem que tenta sempre passar, para tentar continuar o processo de "conversão".

Apoiar… sem saber o que vai acontecer

Engenheira química de profissão, esta lisboeta de 31 anos admite que ser do Belenenses é estar sempre na expectativa, nunca saber o que vai acontecer. "É tudo uma surpresa para nós. Chegamos a cada jogo sem saber se vamos ganhar; nunca sabemos se vai ser uma época para o quinto lugar ou se vamos descer. Começamos sempre com tudo em aberto." É isso que no seu entender distingue os azuis dos clubes chamados grandes, o "apoiar um clube seja em que condições for". Mas se for para apoiar e ver uma vitória sobre um dos grandes… melhor (o jogo mais marcante que se recorda de ter visto foi precisamente frente ao Sporting).

Ora, por falar em três grandes, Ana Fernandes tem uma visão muito particular sobre a sua influência no futebol nacional. "São o problema do nosso futebol. Se a nossa Liga não é interessante e competitiva é porque existem três clubes e toda a gente torce pelo mesmo. Isso está a prejudicar muito o futebol."

Já do seu Belenenses, destaca a "união, uma paixão muito única, alguma perseverança, pois nem sempre ganhamos, mas temos de continuar a apoiar, sonhar e lutar. Ser um bocado diferente do que hoje é o expectável", explica.

O assobio que afasta os adversários

No que toca a superstições, Ana Fernandes não tem nenhuma a realçar antes dos jogos, mas no decorrer deles tudo muda de figura. E se um adversário está a ameaçar marcar… lá vem assobio para tentar "afugentá-lo". "Como assobio muito alto, criei a ideia de que esse assobio vai desestabilizar. Até assusto as pessoas que estão à minha volta!", diz, entre risos.

Jogo mais marcante

» Vitória sobre o Sporting no ano passado, em Alvalade. "Não ganhávamos há sete jornadas e em Alvalade não ganhávamos há 67 anos… Ter o prazer de ver o meu clube marcar três golos e ganhar em Alvalade foi indescritível. Estava com o meu filho e para nós foi uma felicidade enorme", recordou.

Curiosidades

» Em 2015/16, foi com o seu filho (tinha à data seis anos) até à Áustria para apoiar os azuis diante do Altach, em jogo de rondas preliminares da Liga Europa. "Entre comboio e autocarro demorámos 24 horas", recorda;
» A conta é feita muito por alto, mas Ana Fernandes diz ver cerca de 30 jogos do Belenenses por temporada.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga NOS Amor à Camisola

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.