António Letras: «Tive fezada no João Félix»

Apostou na jovem promessa do Benfica e foi o técnico mais pontuado na ronda

• Foto: Rui Minderico

Com 71 pontos no Paio Pires FC, António Letras levou para casa o troféu de vencedor da 12ª ronda da Liga Record. Um dos principais ‘culpados’ pelo sucesso deste setubalense foi João Félix, que até nem costuma ser aposta deste leitor do nosso jornal. Mas António arriscou no jovem, de 19 anos, e foi recompensado.

"Tive uma fezada no João Félix porque o Peña, do Tondela, não tinha sido convocado. Dei-lhe oportunidade e tive felicidade nessa opção que tomei", começou por contar o técnico de sofá, antes de explicar que agora até pondera manter a confiança no internacional sub-21. "Agora, pelos vistos, vai ter mais oportunidades com o Bruno Lage do que tinha com o Rui Vitória e faz sentido. O miúdo é um fora-de-série e precisa de ter tempo de jogo a sério e não apenas uns cinco minutos de vez em quando", explicou-nos.

Este treinador, que tem oito equipas no jogo interativo de Record, também teve confiança no Sp. Braga, ao escolher seis jogadores e Abel Ferreira, algo que justificou. "Esta equipa tem como base o Sp. Braga. Dei a braçadeira de capitão ao Raúl Silva, porque tinha a esperança que ele marcasse um golo", rematou o vencedor da semana.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga Record

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.