Talento nacional em destaque na equipa de João Ferreira

Jornalista faz a sua aposta

• Foto: Miguel Fernández

É jornalista e apreciador de futebol, ainda que não se julgue um ás na modalidade. João Ferreira aceitou o desafio e com a lição bem estudada construiu a sua equipa para a Liga Record 2016/17. A paixão pelo Sporting não teve grande influência na seleção de jogadores, os critérios para as suas apostas foram claros. "A minha preocupação foi escolher o máximo de jogadores portugueses, um contrabalanço entre jovens e jogadores experientes, tendo sempre como objetivo a criação de uma equipa competitiva", argumentou. O primeiro eleito foi Rui Patrício, o guardião do Sporting. "É o melhor guarda-redes da Europa e até um dos melhores do Mundo!", justificou rapidamente. Quanto aos responsáveis pela ação defensiva da sua equipa, os primeiros convocados são Nélson Semedo (Benfica) e Rúben Semedo (Sporting). O terceiro é Felipe, está ao serviço do FC Porto e é brasileiro, a única exceção na equipa. Talocha (Boavista) preenche o último espaço na defesa.

"Não quis apostar apenas em jogadores dos três grandes, as outras equipas têm jogadores muito bons e que costumam passar muitas vezes despercebidos", afirmou o pivot da CM TV. Com 14 milhões de euros utilizados, a estratégia na seleção dos jogadores é a mesma para o meio campo. Danilo (Benfica), André André (FC Porto) e o vila-condense Rúben Ribeiro foram os preferidos. Na frente, as expectativas de concretização de golo ficaram a cargo do dragão André Silva, de André Claro e João Amaral, ambos do V. Setúbal. Completa a equipa, o orçamento limite de 33 milhões de euros foi mais que suficiente para o ‘onze ideal’ de João Ferreira, que não foi além dos 24 milhões. ‘Verdade Desportiva’ foi o nome atribuído ao seu grupo de trabalho. "Temos todos de lutar pela verdade desportiva no futebol e em todas as modalidades. Eu sou um defensor acérrimo das novas tecnologias nas arbitragens e de tudo o que seja possível aos árbitros eliminar ao máximo o erro humano do jogo. Enquanto isso não acontecer estamos longe de chegar à verdade desportiva" explicou. Para orientar a equipa do jornalista, Jorge Jesus é o escolhido. "É um treinador fantástico e têm um dom para formar equipas e potencializar jogadores, é a aposta certa para pegar nos mais jovens", defende João Ferreira.

Tiro de partida na 4ª jornada da Liga NOS

O tiro de partida a sério da Liga Record 2016/17 será dado a 11 de setembro (no dia do jogo de abertura da 4ª jornada da Liga NOS), pelo que ainda dispõe de tempo para formar a(s) sua(s) equipa(s) e habilitar-se aos muitos prémios que iremos distribuir a longo da época [ver quadro em cima]. Assim, defina um plantel com 23 jogadores e um orçamento que não ultrapasse os 40 milhões de euros. Depois é escolher 11 titulares e quatro suplentes, um treinador e um capitão de equipa, e a tática com que irá entrar em campo. As inscrições são feitas em www.ligarecord.xl.pt e quaisquer dúvidas serão esclarecidas através do e-mail ligarecord@contactcenter.pt ou pelo telefone 213 185 858.

Serviço especial informa em primeira mão

Na Liga Record é possível antecipar pormenores que podem ser uma ajuda preciosa para os concorrentes. Através dos Conteúdos Premium (a subscrever no site e grátis na fase experimental que decorre até 31 de agosto) os participantes recebem informações sobre lesões e castigos em cada jornada e aspetos das prestações dos seus jogadores.

O ‘Guia Record 2016/17’ inclui um código de ativação necessário para a inscrição da sua equipa. No entanto, também é possível adquiri-lo através do site www.ligarecord.xl.pt. Cada concorrente pode inscrever um número ilimitado de equipas e por cada três equipas inscritas no concurso, recebe mais uma ativação grátis.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Record

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0