Bronca no atletismo: Nigéria recebeu dinheiro que não devia e... não quer devolvê-lo

Federação daquele país africano poderá ser impedida de participar nos Jogos Olímpicos

• Foto: Getty Images

A seleção nigeriana de atletismo poderá ser impedida de marcar presença nas principais provas da modalidade, nomeadamente os Mundiais de Doha deste ano e os Jogos Olímpicos de 2020, por se recusar a devolver uma verba paga por engano pela IAAF há dois anos.

Na altura, a Federação Nigeriana de Atletismo (AFN) deveria ter apenas recebido 15 mil dólares (13,4 mil euros), mas a transferência saiu com um zero a mais e o valor ascendeu aos 150 mil dólares (134 mil euros). Agora, dois anos volvidos, a IAAF reclama a devolução do valor pago em excesso (120 mil euros), algo que os africanos não parecem dispostos a fazer, nem mesmo perante a insistência do organismo que rege o atletismo mundial.

De acordo com uma carta divulgada pelo 'The Guardian', a primeira notificação feita pela IAAF foi feita há um ano, a 14 de março de 2018, numa missiva na qual foi exigida a devolução do valor em causa. Na altura, o Ministro dos Desportos nigeriano informou que estaria disponível para liquidar metade da verba, mas a situação segue sem ter solução. "É imperativo que encontrem forma de devolver o montante total em dívida no prazo de duas semanas. Caso o prazo não seja cumprido, não teremos outra alternativa que não tomar medidas apropriadas para sancionar a vossa Federação".

Ora, entre as sanções previstas está precisamente a possibilidade de banir a Nigéria das provas internacionais organizadas pela IAAF, sendo os Mundiais e os Jogos Olímpicos duas delas...

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas