Leão Hélio Gomes cai nas malhas do doping

Fundista, que incorre numa suspensão de 2 a 4 anos, falha Campeonato da 1.ª Divisão este mês

• Foto: David Martins

O sportinguista Hélio Gomes, um dos melhores especialistas portugueses de 1.500 metros, foi apanhado nas malhas do doping e arrisca-se a um castigo que poderá ir de 2 a 4 anos, segundo conseguiu apurar Record junto de fontes ligadas ao processo.

O controlo a que o atleta foi submetido foi realizado no estrangeiro e, aos 32 anos, o meio-fundista corre o risco de poder ver a carreira terminada, caso se confirme a pena mais pesada.

O nosso jornal está em condições de adiantar que o processo seguirá as vias normais, mas face a análise positiva Hélio Gomes fica automaticamente suspenso de competir. Isto significa que o corredor do Sporting será uma baixa importante para o Nacional da 1ª Divisão, que vai decorrer a 22 e 23 deste mês em Leiria, pois poderia ser um forte candidato às vitórias nos 1.500 e 3.000 metros.

É uma ausência forçada com que a equipa técnica do Sporting não contava para fazer frente ao Benfica.

Época em cheio

Ao longo desta temporada, Hélio Gomes tem demonstrado uma grande consistência desde a época de inverno, onde se sagrou campeão nacional de estrada. Falhou o Nacional de corta-mato por lesão, mas na temporada de pista ao ar livre bateu o seu máximo pessoal nos 3.000 m (7.51,19 minutos, 22ª melhor marca nacional de sempre), além de ter feito uma estreia auspiciosa nos 5.000 metros em Huelva, Espanha, a 14 de junho, onde fez 13.35,00 minutos, um resultado que à exceção de Rui Silva não era obtido por qualquer outro português nos últimos 7 anos.

Estas marcas causaram, na verdade, alguma surpresa, mas dadas as qualidades de Hélio Gomes era possível admitir estes assinaláveis progressos nas distâncias mais longas, depois de uma carreira bem interessante nos 1.500 metros, onde foi 4º no Europeu em Helsínquia, em 2012. Há três semanas e pela Seleção Nacional ganhou a prova de 3.000 m na Taça da Europa por equipas, na Finlândia, tendo dedicado a sua vitória aos bombeiros de Gois por ocasião dos incêndios em Pedrógrão Grande.

Da Luz para Alvalade

Convém recordar que no final da época de transferências em 2016, Hélio Gomes foi protagonista de uma mudança polémica, optando por sair do Benfica para ingressar no Sporting. Foi de leão ao peito que viveu grandes alegrias, mas, a partir de agora, o atleta pode não voltar a competir. Se for aplicado um castigo de 4 anos, é quase certo que não poderá ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020.

Acrescente-se que Hélio Gomes é orientado desde há alguns anos por um técnico espanhol, o antigo maratonista António Serrano. O sportinguista chegou a passar algumas temporadas em Espanha para se adaptar aos métodos de Serrano.

Por Norberto Santos
28
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.