TAS assume processos de doping de atletas russos

Vai atuar em substituição da ARAF

• Foto: EPA

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) anunciou esta sexta-feira que assumiu oito casos de doping pendentes de sanção na Rússia, em virtude de a Federação Russa de Atletismo (ARAF) estar suspensa pela IAAF, por incumprimentos em matéria de dopagem.

O TAS indica que vai atuar em substituição da ARAF como instância única na decisão dos casos dos marchadores Vera Sokolova, Elmira Alembekova, Ivan Noskov, Mikhail Ryzhov e Denis Strelkov, todos com resultados positivos por recurso a EPO numa prova disputada em junho de 2015.

No caso meio-fundista Ekaterina Sharmina, acusada pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) de violar as regras antidoping devido a anomalias no passaporte biológio, o TAS funcionará como decisor de primeira instância, podendo a atleta recorrer para outro painel no seio do próprio TAS.

O mesmo acontece com a meio-fundista Kristina Ugarova e com a heptatlista Tatyana Chernova, que também apresentaram alterações no perfil biológico, mas em relação a estas o TAS indica que se trata de uma segunda violação ao código antidoping e que os processos pendentes ficam suspensos até resolução da infração relativa ao passaporte biológico.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.