«As melhores duas horas da quarentena»: estrelas da NBA ainda mais rendidas a Michael Jordan

Documentário não deixou ninguém indiferente

• Foto: Reuters

O documentário 'The Last Dance' foi uma lufada de ar fresco nesta quarentena e não deixou ninguém indiferente. Foram duas horas a olhar para a televisão e a ver o que correu bem e menos bem na construção de uma equipa que é vista como as melhores de sempre e da sua estrela, Michael Jordan. Tão simples quanto isto, mas são imagens que estão guardadas há mais de 20 anos que voltaram a arrepiar quem viu o domínio daqueles Chicago Bulls. Nada melhor quando não há basquetebol.

Nem as estrelas da NBA resistiram a comentar o que tinham acabado de ver e estas são algumas das melhores reações:

Zach Lavine: "Podia ter visto todos os episódios de uma vez."

Damian Lillard: "Mike é de outro planeta... era diferente, mas mesmo diferente."

Jamal Crawford: "O grande Larry Legend [Bird] que, juntamente com Magic [Johnson], salvou o basquetebol disse que "era Deus disfarçado de Michael Jordan", pensem nisso."

Tobias Harris: "As melhores duas horas desta quarentena."

Dwyane Wade: "MJ tinha aquilo! Ele tinha AQUILO. Estava destinado a ser o melhor de todos os tempos."

Donovan Mitchell: "E isto é apenas o segundo episódio."

Mo Bamba: "Imaginem ser o treinador que dispensou o MJ."

Alex Caruso: "Primeira reação... MJ estava na conferência de imprensa após ganhar o quinto título e estavam a fazer-lhe aquelas perguntas?"

Thristan Thompson: "Estou feliz por ver que oS cottie [Pippen] está a receber o respeito que merece, ele era um monstro!"

CJ McCollum: "O Scottie [Pippen] merecia um saco [de dinheiro]."

Enes Kanter: "MJ e Pippen foram feitos um para o outro."

Por Pedro Filipe Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0