Taça de Portugal: FC Porto arrasa Barreirense e avança para as "meias"

Dragões triunfaram por esclarecedores 100-46

• Foto: Hugo Monteiro 

O FC Porto selou esta sexta-feira sem quaisquer problemas um lugar nas meias-finais da Taça de Portugal de basquetebol, ao superar o Barreirense, da Proliga, por 100-46, em Oliveira de Azeméis.

Num embate que dominaram do início - como sete pontos a abrir de Brad Tinsley - ao fim, os portistas não deram hipóteses ao conjunto do Barreiro, mercê sobretudo de uma grande intensidade defensiva, que 'sufocou' o adversário.

A equipa de Moncho López 'limpou' as tabelas, com 45 ressaltos contra 18 do adversário, que só conquistou dois ofensivos, e acertou 71 por cento dos 'tiros' de dois pontos (22 em 31), para apenas 33,3 (12 em 36) do Barreirense.

Em termos individuais, destaque, nos portistas, para os 22 pontos de Nick Washburn e, no conjunto da Proliga, para os 11 de Daniel Margarido e os 10 de Alexandre Coelho.

A formação portista marcou os primeiros sete pontos, todos por intermédio de Tinsley, e foi aumentando a vantagem a partir daí, para fechar o primeiro período já 17 à maior (28-11).

O segundo quarto dos portistas foi mais fraco em termos ofensivos (16 pontos marcados), mas melhor defensivamente (oito sofridos), mercê de uma grande pressão sobre o ataque contrário, que raramente teve lançamentos fáceis.

O Barreirense chegou a estar 8.32 minutos sem marcar, entre o final da primeira parte e o início da segunda, e a diferença cresceu para 32 pontos (51-19), aumentando para 46 no fim do terceiro parcial (77-31).

O quarto parcial não trouxe novidades, com o FC Porto a manter sempre grande intensidade e, como o Benfica na véspera, face ao Illiabum, a chegar também aos 100 pontos, com menos oito sofridos (46). A diferença de 54 diz tudo.

Nas meias-finais, de sábado, os comandados de Moncho López vão medir forças com o vencedor do último embate dos quartos de final, entre Ovarense e Barcelos.

Jogo no Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis.

FC Porto - Barreirense, 100-46.

Ao intervalo: 44-19.

Sob a arbitragem de Sérgio Silva, Rui Ribeiro e Ivo Rosário, as equipas alinharam e marcaram:

- FC Porto: José Silva (6), Brad Tinsley (13), Nick Washburn (22), André Bessa (10) e Miguel Queiroz (2). Jogaram ainda Arnette Hallman (12), Pedro Bastos (8), Troy De Vries (3), António Monteiro (8), João Gallina (1), Ferran Ventura (9) e Albert Fontet (6).

Treinador: Moncho López.

- Barreirense: Daniel Coelho, Kevin Coronel (6), Alexandre Coelho (10), Daniel Margarido (11) e Carlos Sicó. Jogaram ainda David Feio (8), Diogo Miguel (5), Diogo Dimas, André Ramos (6), José Cardoso, Gonçalo Prates e Rui Neves.

Treinador: António Ferreira.

Marcha do marcador: 14-2 (05 minutos), 28-11 (primeiro período), 36-19 (15), 44-19 (intervalo), 61-24 (25), (terceiro período), 87-33 (35) e 100-46 (resultado final).

Assistência: Cerca de 200 espetadores.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.