Mundial de maratona: Ana Henriques e Joana Marinho Sousa quintas em K2

Dupla cumpriu os 26,2 quilómetros em 1:59.36

• Foto: Lusa
PUB

As canoístas Ana Henriques e Joana Marinho Sousa foram este domingo quintas classificadas na prova de K2 do mundial de maratonas, disputando o bronze no sprint final na Vila de Prado, Braga.

Ana Henriques, 41 anos, do registo de sapadores de bombeiros de Lisboa, e Joana Marinho Sousa, militar limiana de 27, perderam as parceiras e improvisaram equipa, apenas realizando dois treinos de conjunto antes do mundial: o início da prova foi titubeante, mas quando acertaram o ritmo foram galgando posições e só nos últimos metros viram que o bronze não seria possível.

A dupla cumpriu os 26,2 quilómetros em 1:59.36 horas, a 3.21 minutos das húngaras Renáta Csay e Zsófia Voros, que ganharam com vantagem de 2.45 para as espanholas Eva Barrios e Amaia Osaba e 3.15 para Tania Álvarez e Tania Fernandez.

"A prova correu bem, foi excelente. No início, refletiu-se a falta de treino em conjunto, apenas fizemos dois. Este é um K2 feito à pressa. A meio começámos a sentir-nos melhor e fomos começando a ganhar vontade e a ver o segundo e o terceiro lugares mais perto. Pela primeira vez, chegar no sprint final do terceiro lugar é excelente", disse à Lusa Joana Marinho Sousa.

Ana Henriques lembrou que "nos últimos 1.000 metros muita coisa pode acontecer", o que deu ânimo à dupla na luta pelo pódio, definitivamente perdida nos últimos 50 metros: "Chegar ao fim e no grupo de disputa do bronze foi um grande ânimo para lutarmos até ao fim. Esta foi uma experiência muito positiva".

Nara Varela e Mariana Barros ficaram no 12.º posto, a 19.12 minutos das vencedoras, sendo a última tripulação entre as que concluirão o desafio.

De manhã, Nuno Barros e Filipe Vieira foram sextos em C2, prova em que Rui Duarte Lacerda e Ricardo Coelho obtiveram o sétimo posto.

Às 14h30 é a vez da regata masculina, com as parelhas José Ramalho/Ricardo Carvalho e Alfredo Faria/Miguel Rodrigues no evento que encerra o mundial.

Portugal tem, para já, uma medalha de ouro, conquistada sexta-feira por Sérgio Maciel em C1 sub-23.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
PUB