Volta ao Alentejo: Veloso vai combater a dor por respeito aos colegas

Ciclista da W52-FC Porto na segunda etapa da prova

• Foto: Manuel Araújo

O ciclista espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto), que sofreu uma subluxação da clavícula na sequência de uma queda, decidiu alinhar esta quinta-feira na segunda etapa da Volta ao Alentejo como sinal de respeito pelos colegas.

"Vamos ver até onde me deixa chegar a dor. Vou tentar por respeito aos meus colegas. Estamos aqui a lutar pela Volta ao Alentejo e tenho a responsabilidade de ajudar a equipa o máximo possível", disse o galego à partida para a segunda etapa da Volta ao Alentejo, em Monforte.

O bicampeão da Volta a Portugal, que tem uma subluxação do acrómio clavicular esquerdo, confessou que esta quinta-feira terá a prova de como se encontra. "Não tenho nada partido, mas não consigo levantar o braço. Vamos ver como estou realmente", completou.

Gustavo Veloso sofreu uma queda aparatosa na quarta-feira, nos quilómetros finais da primeira etapa da Alentejana, quando seguia fugido, na companhia de outro ciclista, na descida que se seguiu à contagem de terceira categoria da Senhora da Penha, a última dos 158 quilómetros entre Portalegre e Castelo de Vide.

O corredor da W52-FC Porto espera agora que este percalço não afete o seu planeamento da temporada, que tem como objetivo o tri na Volta a Portugal.

"Espero que não altere muito a preparação. Preciso de estar três, quatro dias tranquilo, sem bicicleta e penso que depois poderei continuar normalmente", concluiu antes da partir para os 206,2 quilómetros que vão ligar Monforte a Montemor-o-Novo.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ciclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas