Poirier: «Disse que me ia matar, que ia sair daqui num caixão... isso não se diz a uma pessoa»

Norte-americano deixou um desejo para McGregor: "volte para casa são e salvo para a sua bela família"

A carregar o vídeo ...
Poirier não poupa McGregor após triunfo

Ao contrário do que sucedeu no final do segundo combate entre ambos, com um clima de fair play, a terceira luta entre Dustin Poirier e Conor McGregor foi tudo menos amigável. O 'trash talk' foi intenso nos dias prévios e aquilo que se viu depois da vitória do norte-americano manteve esse nível. Mesmo derrotado e caído no chão após partir o tornozelo, McGregor não deixou de provocar o seu oponente, que puxou da classe que se reconhece para deixar uma frase que está a ser bastante elogiada.

"Não há limites para o 'trash talk', certo? Mas dizer que vais assassinar alguém não é algo para se brincar e não há como voltar atrás depois disso. Este gajo andou a dizer que me ia matar e todas as essas coisas, a dizer-me que me ia matar e fazer-me sair daqui num caixão. Não se fala assim com as pessoas. Espero que este homem volte para casa são e salvo para a sua bela família", disse o norte-americano, que antes tinha acusado McGregor de ser um lutador "sujo" por estar constantemente a tentar colocar os seus dedos no interior das suas luvas.

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Desportos de combate

Notícias

Notícias Mais Vistas