Secretário de Estado destaca "conquista" da Federação de Karaté com organização da K1 Premier League

João Paulo Correia apontou a "plataforma de projeção do país" e da modalidade.

• Foto: Federação Nacional de Karate Portugal
O secretário de Estado da Juventude e do Desporto destacou este sábado a "conquista" da Federação Portuguesa de Karaté (FNK-P) na organização da K1  Premier League, em Matosinhos, que é "uma plataforma de projeção do país" e da modalidade.

João Paulo Correia disse ainda que a sua presença, enquanto membro do Governo, no segundo dia da competição "é o reconhecimento do valor" do evento e "do trabalho feito pela federação e da Câmara Municipal de Matosinhos". "Estes eventos só são possíveis com o trabalho das federações, do empenho do Governo e dos municípios que são parceiros essenciais para que este tipo de eventos ajude a concretizar um dos grandes objetivos do Governo na área do desporto, que é a afirmação internacional do desporto português," apontou.

Segundo explanou, esse objetivo é cumprido com "as conquistas das seleções, clubes e atletas, mas também pela captação de eventos desta natureza", que são uma "plataforma de projeção do país e também do karaté".

Sobre a possibilidade de um aumento dos apoios à modalidade, o secretário de Estado indicou que não existe "uma aposta numa única modalidade", mas sim uma "estratégia". "O Governo, através dos diferentes instrumentos de apoio ao desporto, tem várias linhas de apoio à concretização de alguns eventos em Portugal. Existe uma estratégia, de há muitos anos, em que o desporto se cruza com o turismo e essa parceria tem sido chave para que muitos eventos se realizem em Portugal e, nessa chave, entra o karaté e eventos internacionais como este", apontou.

Durante o dia de hoje, as duas portuguesas em ação, Flávia Ribeiro e Rita Oliveira, tiveram boas prestações, mas ficaram-se pela fase de grupos. Na disciplina 'kumite' e na categoria -68kg, a derrota de Flávia Ribeiro por 2-0 perante a italiana Silvia Semeraro, número dois do 'ranking' mundial, roubou-lhe a hipótese de passar aos quartos-de-final. O mesmo desfecho teve Rita Oliveira, na categoria +68kg, que apesar de vencer a número um do mundo e medalha de bronze em Tóquio2020, a cazaque Sofya Berultseva, por 6-4, 'caiu' perante a croata Lucija Lesjak, que acabaria por seguir em frente.

No domingo, Sara Leal em 'kumite' -50kg e Tiago Duarte na categoria masculina -75kg regressam à competição para com a conquista da medalha de bronze no horizonte.

A Karate 1 - Premier League decorre em Matosinhos, no Centro de Desportos e Congressos, até domingo, reunindo os principais karatecas nacionais e mundiais, numa organização da FNKP. Na prova participam perto de 380 atletas de 53 países, representando os quatro continentes.

A competição apresenta um novo modelo competitivo, o 'round robin', em que os atletas estão distribuídos por grupos de quatro elementos que combatem entre si e em que o primeiro classificado passa para os quartos-de-final.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Desportos de combate

Notícias

Notícias Mais Vistas