Columbofilia: Campeonatos internacionais trazem espetáculo a Mira

Centenas de pombos-correios serão estrelas da prova que vai colocar a vila no centro das atenções

• Foto: D.R. RECORD

Está tudo a postos para os Campeonatos Internacionais de Columbofilia - Mira 2016. Hoje, a vila vai ficar mais agitada, com centenas de pombos-correios em competição e muitos amantes da columbofilia a assistir às chegadas no Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Portomar, Mira.

Aproximadamente 900 ‘atletas’ vão voar nesta prova, em representação de 19 países diferentes. Argentina, Grécia, Kuwait, Noruega ou Qatar, são algumas das nações que vão estar a competir. Os Campeonatos Internacionais de Mira incluem o Grand Prix Portugal – prova que conta para o Mundial Ranking da Federação Columbófila Internacional (FCI), o Campeonato da Europa, o Campeonato da Europa de Jovens – dedicado a columbófilos com menos de 25 anos de idade, e a Liga Nacional de Campeões, prova em que só participam os campeões gerais dos clubes portugueses.

É no Columbódromo de Mira que estes atletas com asas são preparados e treinados para a competição

Os Campeonatos da Europa têm uma particularidade: são disputados no formato de seleções nacionais, ao contrário das outras provas, em que a competição é individual. A solta é única para todas as provas e decorre em Dogueno, a 12 quilómetros do concelho de Almodôvar, no distrito de Beja. Os ‘atletas’ vão percorrer, aproximadamente, 350 quilómetros até Mira, colorindo os céus portugueses, com a solta a decorrer, se as condições meteorológicas forem favoráveis, às 6h30.

A preparação dos pombos-correios para a solta de hoje já começou há alguns meses, como conta o coordenador desportivo nacional, Almerindo Mota. "Os pombos foram recebido entre 1 e 31 de março, com uma idade que oscilava entre os 30 e os 45 dias." O facto de serem borrachos (pombos nascidos e anilhados em 2016), tem uma justificação. "Permitir a habituação aos novos pombais, neste caso em específico, ao Columbódromo", conclui o responsável. Tal situação só é possível porque os pombos chegam a Mira logo após deixarem de necessitar dos progenitores para fazer a sua alimentação, ao mesmo tempo que não realizaram qualquer voo exterior no seu pombal de origem.

Após terem efetuado os primeiros voos à volta do pombal, num período de habituação e reconhecimento da área em que está situado o Columbódromo, os ‘atletas’ iniciam um plano progressivo de treinos. Almerindo Mota explica: "Numa primeira fase, o grande objetivo dos treinos é incrementar o sentido de orientação e estimular as entradas rápidas no pombal. As distâncias percorridas variam entre os 2 quilómetros e os 50." A fase seguinte foi composta por cinco treinos oficiais, com as distâncias a variar entre os 50 quilómetros e os 200. Os objetivos desta 2ª fase, revela o coordenador, são, "potenciar o sentido de orientação e aumentar a performance física, para que os pombos-correios estejam em ótimas condições para a prova final."

Este tipo de Campeonatos, de forma geral, trouxe uma nova perspetiva para a prática da columbofilia: por um lado coloca em competição direta pombos provenientes de vários países dos diferentes continentes, por outro todos os borrachos recebem o mesmo tratamento. "Num pombo adulto com ‘carreira desportiva’, dificilmente se poderá fazer a habituação para competição num novo pombal", menciona o dirigente federativo. O destaque vai para o enquadramento que estes jovens ‘atletas’ recebem. "São alojados no mesmo pombal, recebem o mesmo tipo de treino, têm o mesmo treinador, a alimentação é semelhante, as linhas de voo também e chegam todos ao mesmo destino", salienta.

"Esta prova desperta o interesse dos columbófilos portugueses e estrangeiros. Além da vertente competitiva, o convívio que existe entre o público dá um brilho e uma animação ao evento, verdadeiramente singulares", evidencia Almerindo Mota.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.