Costa dos Esqueletos: tal como Diogo Cão andámos pelo Cabo da Cruz

São quilómetros e quilómetros de praias ao longo daquela que é conhecida como a Costa dos Esqueletos, devido aos muitos ossos de baleia e de focas que se encontram por ali espalhados e também pelos destroços de embarcações que naufragaram vitimadas pela fúria das águas.

É uma zona extremamente árida – não há uma única árvore ao longo dos mil quilómetros de costa! – mas apesar disso continua a ser um local de eleição para os pescadores que para ali convergem às dezenas durante o ano inteiro e para os turistas que procuram a aventura da condução na areia – onde ela é permitida, pois para Norte do parque apenas é possível com autorizações especiais -  e a descoberta de uma das maiores colónias de lobos-marinhos-do-cabo  - mais de 100 mil na época da reprodução - existente em Cape Cross. Encontrámos, por exemplo, uma família de asiáticos que vinham precisamente em busca deste espectáculo, mas que apenas conseguiram aguentar uns poucos minutos junto à colónia, tão horrível é o cheiro que paira no ar.

Para nós, Cape Cross tem ainda outro elemento de interesse, que é ter sido «dobrado» por um navegador português, Diogo Cão, nos anos idos de 1486, que o «batizou» como Cabo da Cruz, por ali ter deixado uma cruz em pedra. Cruz essa que apenas seria descoberta em 1893 por um outro navegador, alemão, Gottllieb Becker.

 Na pousada cerca do local existe uma réplica da nau que Diogo Cão comandaria bem como vária documentação, fotos e algumas peças com interesse histórico. Merece uma visita, até porque se come muito bem, o que não é de desprezar para quem anda nestas viagens com a tenda às costas…do jipe, claro.

Veja as fotos da Isabel Paramés e aventure-se.

Por Eládio Paramés
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Modalidades

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0