Record

Polémica com Trump: Comité Olímpico dos EUA diz respeitar direito dos atletas se expressarem

• Foto: Reuters
O diretor-executivo do Comité Olímpico dos Estados Unidos, Scott Blackmun, disse esta segunda-feira que o organismo "reconhece os direitos dos atletas se expressarem" nos Jogos Olímpicos, apesar das regras impedirem protestos políticos.

Blackmun comentou o tema em resposta a vários jogadores de futebol americano que se mostraram revoltados com a posição do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre atletas que se ajoelhem durante o hino nacional.

Em 2016, o Comité Olímpico homenageou Tommie Smith e John Carlos, que levantaram o punho durante o hino nos Jogos de 1968, na Cidade do México, como protesto político pelo tratamento de afro-americanos nos Estados Unidos, e uma alusão ao movimento 'Black Power'.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Modalidades

Os cegos também lutam

Realização inédita de um Mundial IBSA foi ontem apresentada no Pavilhão Multiusos de Odivelas
Notícias

Notícias Mais Vistas

M