Simone Biles e os abusos de Larry Nassar: «Sabia mas não o queria admitir para mim mesma»

Campeã olímpica foi uma das muitas vítimas do médico condenado por pedofilia

Simone Biles foi uma das vítimas de abusos sexuais por parte do médico da federação norte-americana de ginástica, Larry Nassar mas, não obstante se ter juntado às muitas vítimas que deram a cara em 2018, a campeã olímpica raramente falou publicamente sobre o assunto. Até agora, numa entrevista à revista 'Vogue'.

A ginasta revela que foi quando ouviu a história da sua ex-companheira,  Maggie Nichols, que pela primeira vez se deu conta que também ela tinha sido vítima dos abusos do médico, pois até então não tinha interpretado o que lhe tinha acontecido dessa forma. "Senti que tinha recebido o mesmo tratamento. Lembro-me de procurar no Google 'abuso sexual', porque sei que algumas miúdas passaram pelo algo muito pior do que eu, posso garanti-lo. Ao início pensei que não tinha sido abusada, porque não tinha sido na mesma medida das outras raparigas, algumas amigas minhas passaram por situações muito, mas muito más. Eram as favoritas dele. Como no meu caso não era assim, senti que não se tinha passado comigo", contou Biles, de 23 anos, uma das melhores ginastas de sempre.

A norte-americana reconhece que os seus feitos desportivos e o estatuto de estrela que ostenta no mundo da ginástica funcionaram como uma espécie de 'bloqueio mental' relativamente ao assunto. "Sentia que sabia, simplesmente não o queria admitir para mim mesma. Quando um americano ganha nos Jogos Olímpicos torna-se no 'querido da América', por isso eu pensava 'como pode isso acontecer a uma querida da América?'"

Simone Biles recorda que passou por um mau momento quando o caso Nassar foi revelado publicamente. "Estava muito deprimida. Dormi muito porque para mim era o mais parecido com a morte, sem necessidade de me magoar. Foi um escape a todos os meus pensamentos, do mundo, de tudo o que estava a acontecer. Foram tempos difíceis", recorda.

Lary Nassar foi acusado e condenado por pedofilia, por abusar sexualmente de centenas de jovens atletas ao longo de mais de 20 anos, algumas delas medalhadas olímpicas.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ginástica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.