PyeongChang'2018: Russos 'barrados' pelo COI recorrem ao TAS

São 13 os atletas que vão apresentar recurso

• Foto: EPA

Os desportistas russos recentemente indultados pelo Tribunal Arbitral do Desporto acusaram o Comité Olímpico Internacional de os impedir de competir em PyeongChang'2018 e levam a organização a tribunal, ainda a pensar na participação nos Jogos Olímpicos de inverno.

Segundo noticia esta terça-feira a agência russa RIA Novosti, são 13 desportistas e dois treinadores os que avançam com o caso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), após o Comité Olímpico Internacional (COI) lhes barrar a inscrição nos próximos Jogos Olímpicos. Esperam uma decisão nos próximos dois dias, a tempo de ainda competirem em PyeongChang, na Coreia do Sul.

Ao mesmo tempo, apresentaram uma ação coletiva contra o COI no tribunal de primeira instância de Lausana.

Na passada semana o TAS admitiu, por "insuficiência de provas", o recurso de 28 dos 42 desportistas russos que o COI tinha suspenso por violação das regras antidoping nos Jogos Olímpi cos de inverno de Sochi, há quatro anos.

Apesar disso, segunda-feira a comissão do COI encarregada de gerir a participação da Rússia em PyeongChang2018, decidiu não os convidar para o evento, "por suspeitas sobre a sua integridade".

A decisão do COI foi classificada como "vergonhosa" e "amoral" pelo Governo russo. A delegação da Rússia para os Jogos é de 168 desportistas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogos Olímpicos de Inverno

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.