Lenine Cunha angaria 12 mil euros

Record deu o mote e o povo português respondeu presente

Em apenas uma semana, a preparação de Lenine Cunha para os Jogos Paralímpicos mudou por completo. Na passada terça-feira o atleta gaiense não sabia se iria conseguir preparar-se da melhor forma, quando nos contou as dificuldades que vivia, ao ter de (sobre)viver com 386 euros. Record deu o mote e o povo português respondeu presente. Em seis dias, desde que a nossa reportagem foi publicada, o crowdfunding de Lenine saltou dos 2 mil para os 12 mil euros!

E se há uma semana Lenine dizia que era praticamente impossível atingir a meta dos 10 mil euros - que fixara há três meses, quando lançou a campanha -, agora o sentimento é de realização, mas acima de tudo emoção. "Especialmente ontem [domingo], quando atingi os 10 mil euros, senti-me um pouco emocionado, mas também durante o fim de semana. Ia vendo o valor a crescer, depois de já ter perdido a esperança, e emocionei-me. Até me vieram as lágrimas aos olhos", confessou-nos, assegurando que agora só quer recompensar todas as pessoas que o ajudaram.

"Daqui a dois meses, no Mundial de Itália, vou estar a pensar nelas e vou tentar trazer comigo o maior número de medalhas", assegurou.

Um ano que começa em grande

Para Lenine, 2016 começou mesmo da melhor forma. Além de ter conseguido atingir a meta que se tinha proposto, o atleta admite que a reportagem de Record o ajudou de outras formas. "Parece que o ano começou bem. Porque tive uma reunião no domingo, em Braga, onde surgiram mais uns patrocínios, e depois chego a casa e vi que a campanha de angariação atingiu o objetivo. Ainda mais contente fiquei. Depois do ano difícil que tive, parece que 2016 está a começar bem", admitiu, aproveitando para lançar o apelo para mais empresas se juntarem a ele.

Agora, Lenny, como é conhecido pelos amigos, pode igualmente treinar-se totalmente focado nos seus resultados e deixar fora da pista tudo o que se vive fora dela. "As pessoas mais chegadas a mim dizem-me que preciso de viver. Preciso de comer, preciso de fazer uma alimentação equilibrada e de pagar as minhas contas, algo que não consigo com aqueles 386 euros. Agora é uma ajuda que me permite ir para os treinos sem estar a pensar como vou pagar as contas da casa", explicou.

Um fenómeno nas redes sociais

Para lá dos 12 mil euros angariados em menos de uma semena, Lenine Cunha tornou-se um verdadeiro fenómeno nas redes sociais, especialmente no Facebook – onde no espaço de uma semana conseguiu mais 5 mil likes (tem de momento mais de 20 mil).

"A campanha de angariação era para terminar na sexta-feira, mas houve uma página que no Facebook a publicou e, no espaço de doze horas, consegui perto de quatro mil euros. Como a plataforma viu que houve muitos acessos num espaço curto, ligaram-me a perguntar o que se passava, e que não queriam deixar passar esta oportunidade e alargaram o prazo até ontem à tarde", recordou, lançando igualmente o agradecimento à PPL-Crowdfunding Portugal, o domínio no qual alojou o seu crowdfunding.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Paralímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.