Mundiais IPC: Lenine Cunha conquista a prata no triplo salto

Dmytro Prudnikov venceu a medalha de ouro

• Foto: Pedro Simões

O português Lenine Cunha conquistou esta terça-feira a medalha de prata na prova do triplo salto da categoria T20 (deficiência intelectual) dos Mundiais de atletismo do Comité Paralímpico Internacional, que decorrem em Londres.

O atleta de Vila Nova de Gaia fez a marca de 13,03 metros, naquele que foi o seu único salto válido na final, e arrecadou a prata, num dia em que perdeu o estatuto de detentor do recorde do mundo.

O ucraniano Dmytro Prudnikov alcançou o ouro com a marca de 14,50 e destronou o português, que era recordista desde outubro de 2015, com 14,06. O argentino Allain Villamarin, com 12,57, ficou com a medalha de bronze e completou o pódio.

Lenine tinha no domingo falhado a prova do salto em comprimento devido a motivos de saúde e com o objetivo de recuperar para o triplo salto.

Nos 400 metros T52, Mário Trindade apurou-se para a final, que se vai disputar ainda hoje (21:05), apesar de ter sido apenas quarto classificado na sua série. O português foi repescado por ter efetuado um dos dois melhores tempos (1.05,13 minutos) dos atletas não qualificados.

Menos sorte teve Nuno Alves nos 1.500 metros T11, já que ficou arredado da final, apesar de ter realizado a sua melhor marca da temporada, com 4.26,30 minutos. O atleta luso foi quinto e último classificado da sua série.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Paralímpicos

Notícias

Notícias Mais Vistas