'Zika' força desistência de Leishman

Golfista australiana preservou a saúde da mulher

• Foto: EPA

O golfista australiano Marc Leishman, 35.º do ranking mundial, que quase perdeu a mulher devido a uma doença infeciosa, renunciou aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, por temer o impacto do vírus Zika.

"Foi com profundo lamento que informei a federação de golfe australiana de que estarei indisponível para representar o país nos Jogos Olímpicos no Brasil", referiu o golfista, em declarações publicadas na federação.

A mulher de Marc Leishman, Audrey, foi vítima da síndrome de choque tóxico em abril e o sistema imunitário não está recuperado a 100%.

"Consultámos o médico de Audrey e face ao processo de recuperação e aos potenciais riscos de transmissão do vírus Zika, uma decisão que era difícil tornou-se fácil", explicou ainda o atleta.

Leishman estaria no Rio de Janeiro juntamente com o seu compatriota Jason Day, número 1 mundial, face à desistência de Adam Scott, número 7 do ranking, que abdicou dos Jogos devido a um calendário apertado.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Golfe

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0