Dia 8 dos Tóquio'2020: Liliana Cá ambiciosa, Diogo Abreu fora da final dos trampolins, 49er na Medal Race e Djokovic sem medalhas

Foram vários os portugueses em ação nesta oitava jornada

Ao Minuto

31.07.2021
Balanço do dia dos portugueses
Reuters

Chega ao fim mais um dia de participação portuguesa em Tóquio'2020, com desfechos bem distintos para os vários atletas nacionais que estiveram em ação.

No atletismo, Liliana Cá foi a figura, ao qualificar-se com a oitava melhor marca para as finais do lançamento do disco, com 62,85 metros, e já avisou que vai apontar ao recorde nacional (e consequentemente às medalhas). Nessa mesma prova, Irina Rodrigues desiludiu e ficou-se pelos 57.03 metros, que lhe valeram apenas o 25.º posto final nas qualificações. Já na sessão da noite, Carlos Nascimento estreou-se em Jogos com um 45.º posto global nos 100 metros, com 10,37 segundos, e ficou também ele pelo caminho.

Mais positivo foi o dia da dupla de 49er, na vela, com Jorge Lima e José Costa a garantirem o acesso à Medal Race de segunda-feira com o sexto posto na classificação geral ao final da 11.ª regata. Nas três realizadas no dia de hoje, os portugueses ficaram em 11.º e por duas vezes em 4.º. O diploma olímpico está garantido. As medalhas são difíceis, mas não impossíveis.

Por fim, um dos resultados mais inesperados acabou por ser o de Diogo Abreu nos trampolins. Candidato a estar na final, o português fez quase tudo bem, até que um erro na segunda série o atirou para fora da qualificação para a decisão. Acabou com 93.420 pontos, em 11.º, e em lágrimas.

Pode consultar aqui todos os resultados dos portugueses.

Ao nível internacional, o dia ficou marcado pelo adeus de Novak Djokovic às medalhas. O tenista sérvio, número mundial, perdeu o bronze para o espanhol Pablo Carreño Busta e abdicou da prova de pares mistos. Disse estar física e mentalmente esgotado.

No basquetebol os Estados Unidos ganharam à República Checa e garantiram, como era esperado, o acesso aos quartos-de-final. Desta vez o Dram Team (que perdera com a França) não tropeçou.

No atletismo, destaque também para o pódio 100 por cento jamaicano nos 100 metros femininos.  

Veja aqui como está o medalheiro.

Se quiser saber mais sobre esta edição dos Jogos Olímpicos, não deixe de consultar o nosso especial.

31.07.2021
Belinda Bencic ganha o ouro no ténis feminino
Reuters

A suíça Belinda Bencic sagrou-se este sábado campeã olímpica de ténis ao derrotar na final feminina a checa Marketa Vondrousova, com os parcais de 7-5, 2-6 e 6-3.

O bronze foi para a ucraniana Elina Svitolina, que superou a cazaque Elena Rybakina, por 1-6, 7-6 (5) e 6-4.

31.07.2021
Paulo Duarte arbitrou jogo que deu o bronze no râguebi de sevens feminino
Reuters

O árbitro português Paulo Duarte realizou este sábado "um sonho", ao dirigir o jogo de atribuição da medalha de bronze no torneio feminino de râguebi 'sevens' dos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, no qual as Ilhas Fiji venceram a Grã-Bretanha (21-12). Saiba mais aqui.

31.07.2021
Futebol: Brasil supera Egito
Reuters

Em busca de repetir o ouro olímpico conquistado há cinco anos, no Rio'2016, o Brasil apurou-se para a próxima ronda do torneio de futebol, graças ao segundo golo de Matheus Cunha na competição, que assegurou o triunfo canarinho por 1-0 sobre o Egito.

Para chegar à quinta final dos Jogos Olímpicos e terceira seguida, os brasileiros vão encontrar nas meias-finais o México, naquela que será uma reedição da decisão do torneio de Londres'2012, que encerrou com um triunfo dos mexicanos.

A formação azteca voltou a demonstrar argumentos ofensivos em Tóquio2020 e protagonizou um duelo 'excitante' com a Coreia do Sul, vencendo por 6-3. Henry Martin, Sebastián Córdova, ambos a 'bisarem', Luís Romo e Eduardo Aguirre marcaram para o México, enquanto Lee Dong-Gyeong, por duas vezes, e Hwnag Ui-Jo assinaram os tentos sul-coreanos.

Os jogos das meias-finais do torneio olímpico de futebol masculino estão agendados para terça-feira.

31.07.2021
Basquetebol: Estados Unidos avançam para os 'quartos'
Reuters

Os Estados Unidos - que tinham perdido com a França - garantiram este sábado o acesso aos quartos-de-final do torneio de basquetebol ao derrotarem a República Checa, por 119-84, na 3.ª jornada do Grupo A. 

31.07.2021
Badminton: Yang Lee e Chi-Lin Wang triunfam em pares masculinos
Reuters

A dupla Yang Lee/Chi-Lin Wang, de Taipé, levou a melhor sobre os chineses Hui Jun Li e Yu Chen Liu, por 2-0, e conquistou a medalha de ouro no torneio de badminton de pares masculinos.

O bronze foi para os malaios Aaron Chia e Wooi Yik, que superaram os indonésios Mohammad Ahsan e Hendra Setiawan, por 2-1.

31.07.2021
Atletismo: Elaine Thompson bicampeã olímpica nos 100 metros
Reuters

Elaine Thompson é a nova campeã olímpica dos 100 metros. Bem, nova não, bicampeã! A jamaicana, de 29 anos, repete a conquista do Rio de Janeiro, numa final na qual bateu o recorde olímpico ao correr em 10,60 segundos (quebrou uma marca que perdurava desde 1988) - e passa a ser a segunda mais rápida da história, apenas atrás de Florence Joyner Griffith.

Foi uma prova de sonho tanto para a agora bicampeã olímpica como também para a Jamaica, que leva ouro, prata e bronze. Shelly-Ann Fraser-Pryce foi segunda (10,74) e Shericka Jackson (10,76) terceira.

31.07.2021
Atletismo: Polónia vence primeiro ouro de 4x400 metros da história
Reuters

Quem diria?! A Polónia vence o primeiro ouro da história na estafeta 4x400 mista, surpreendendo as favoritas Jamaica ou Estados Unidos. Os polacos acabam com 3:09.87 minutos, fixam um novo recorde olímpico e relegam a República Domicana para o segundo posto (3:10.21) e os Estados Unidos para o terceiro (3:10.22). A Jamaica, que chegou a liderar no final da primeira volta, acabou apenas em sétimo!

31.07.2021
Atletismo: dobradinha sueca no lançamento do disco masculino
Reuters

Daniel Stahl juntou o título mundial ao olímpico no lançamento do disco, ao vencer uma final na qual a Suécia conseguiu uma inédita dobradinha. Com 68,90 metros, marcado na segunda tentativa, Stahl deixou logo bem encaminhada a conquista, relegando o compatriota Simon Pettersson para o segundo posto (67,39) e o austríaco Lukas Weisshaidinger para o terceiro (67,07)

31.07.2021
Vela: dupla de 470 acredita no apuramento para a Medal Race
Reuters

Os irmãos Pedro Costa e Diogo Costa acreditam que podem atingir a 'medal race' da classe 470 de vela dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, sobretudo conseguindo gerir "a pressão de quem não pode falhar". "Nas outras provas, se falharmos numa coisa ou outra, virá um evento posterior e fazemos melhor. Nos Jogos Olímpicos é diferente: não há margem para falhar. E sentimos essa pressão logo de início", assumiu Pedro Costa, à agência Lusa.

Leia as declarações completas.

31.07.2021
Carlos Nascimento: «Estar aqui já foi a maior conquista de todas, o maior sonho»
Getty Images

Apesar de afastado das meias-finais dos 100 metros, Carlos Nascimento assume deixar Tóquio "bastante feliz e concretizado", pois no seu entender, depois de tudo o que passou, estar presente nuns Jogos Olímpicos já foi o concretizar de um sonho.

"Saio concretizado. O percurso que fiz até agora foi gratificante, infelizmente as coisas nem sempre correm como nós queremos. Estou no evento mais difícil e importante do Mundo em termos desportivos, sabia que vinha para uma tarefa muito difícil. Tive uma preparação atribulada com alguns lesões. Estar aqui já foi a maior conquista de todas, o maior sonho que podia realizar e, apesar de tudo, saio daqui bastante feliz e concretizado, por ter conseguido o objetivo de cá estar", disse o velocista.

45.º entre os presentes nas eliminatórias, com 10,37, Nascimento olha já para os próximos Jogos, com a vontade de melhorar. "Saio daqui a pensar em Paris, mais três aninhos de preparação. Saio com mais experiência, um atleta novo, sei o que é preciso para estar cá novamente. Os próximos três anos são de aposta máxima, para estar em Paris e quem sabe fazer um melhor resultado."

A fechar, o atleta português revelou aquilo que mais o marcou nesta experiência. "Tudo o que é externo a isto. Nunca pensei viver uma experiência destas, ter o apoio que tive, saio realizado porque todas as lembranças que levo vão ser para a vida. Uma experiência que adoraria que todas as pessoas que praticam desporto realizassem, por isso estou mais do que feliz, super orgulhoso. Saio daqui com uma grande emoção."

31.07.2021
Esgrima: russos repetem ouro no sabre por equipas
Reuters

Ainda que sob uma denominação diferente, a Rússia replica o sucesso do Rio de Janeiro no sabre por equipas, repetindo em Tóquio a conquista de há cinco anos. Na final, diante da França, os russos venceram por 45-41, e ficaram no lugar mais alto de um pódio no qual entrou ainda a Coreia do Sul, graças à vitória por 45-42 sobre a Itália.

31.07.2021
Atletismo: Carlos Nascimento fica pelo caminho nos 100 metros
Reuters

O velocista português acaba com a 45.ª melhor marca no conjunto de todas as eliminatórias e fica pelo caminho nesta que foi a sua estreia em Jogos Olímpicos. Todos os candidatos passaram às meias-finais, incluindo o norte-americano Trayvon Bromell, que de forma surpreendente teve de esperar pelas repescagens, já que foi apenas quarto na sua série.

31.07.2021
Atletismo: Dina Asher-Smith desiste dos 200 metros
Reuters

Depois de ter ficado de fora da final dos 100 metros de forma surpreendente, a britânica anuncia que não irá correr os 200 metros. Em lágrimas, Dina Asher-Smith revelou à BBC que há quatro semanas que lida com uma lesão na coxa, que a tem condicionado do ponto de vista físico.

"Tentei ao máximo conseguir voltar a correr nas últimas quatro semanas", assumiu a britânica, em lágrimas. Obviamente que estou desapontada por não me ter apurado, porque estes Jogos Olímpicos foram o foco do meu trabalho nos últimos dois anos. Mas as últimas semanas da minha vida foram uma verdadeira loucura", revelou a velocidade, de 25 anos.

31.07.2021
Futebol: Espanha nas 'meias' após prolongamento
Reuters

A seleção espanhola masculina superou a Costa do Marfim e apurou-se para as meias-finais, numa partida 'louca' em que venceu por 5-2 após prolongamento. Rafa Mir, com três golos, dois no prolongamento e um aos 90'+3 que impediu a derrota espanhola, foi o herói da partida. A Roja espera agora pelo vencedor do Japão-Nova Zelândia.

31.07.2021
Velocista queniano é o primeiro caso de doping em Tóquio'2020
Reuters

O queniano Mark Odhiambo teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, o que faz do velocista o primeiro caso de doping em Tóquio'2020, informou o organismo responsável pelo programa de testes.

Segundo a Agência de Testagem Internacional (ITA), Odhiambo acusou positivo a um esteroide, na sequência de um controlo antidoping efetuado na quarta-feira, e foi suspenso provisoriamente, a poucas horas de competir nas eliminatórias dos 100 metros.

Odhiambo, de 28 anos, que já recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), é o segundo atleta queniano a ter um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, depois do compatriota Simon Kemboi, excluído de Sydney'2000 antes de disputar a estafeta 4x400 metros.

31.07.2021
Atletismo: Carlos Nascimento sétimo na 3.ª série dos 100 metros
Eurosport

O português faz 10,37 segundos, numa série com recorde nacional da Itália para Lamont Marcell Jacobs (9,94). Avançam também diretamente Oblique Seville (10,04) e Shaun Maswanganyi (10,12).

31.07.2021
Atletismo: Trayvon Bromell em apuros

O homem mais rápido do ano, o norte-americano Trayvon Bromell, não consegue o apuramento direto e está em risco de falhar as meias-finais. Bromell tem 10.05 segundos e terá de esperar pelas repescagens. Pode acontecer um escândalo...

31.07.2021
Dois judocas da Geórgia expulsos por saírem para fazer turismo
Lasha Shavdatuashvili em apuros
Lasha Shavdatuashvili em apuros Reuters

Dois judocas medalhados da Geórgia foram expulsos dos Jogos Tóquio'2020 por terem saído da aldeia olímpica para fazer turismo, violando as regras impostas devido à pandemia de covid-19, anunciou a organização.
 
"Ninguém pode sair da aldeia olímpica para fazer turismo", afirmou Masanori Takaya, porta-voz do comité organizador, sem divulgar o nome dos atletas envolvidos, aos quais foram retiradas as acreditações, o que os impede de entrarem na aldeia e nos locais de competição.
 
Pouco depois, o Comité Olímpico da Geórgia indiciou à agência noticiosa japonesa Kyodo que os atletas em causa são Lasha Shavdatuashvili e Vazha Margvelashvili, que conquistaram medalhas de prata nas categorias -73 kg e -76 kg em Tóquio'2020.

Na terça-feira, os dois atletas, vestindo camisolas com o nome do seu país, saíram da aldeia olímpica para visitar vários pontos turísticos da capital nipónica, tendo sido fotografados pela imprensa japonesa.

Os dois judocas protagonizam as primeiras expulsões dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 por incumprimento das normas impostas pelo comité organizador na sequência da pandemia de covid-19, que no verão passado obrigou ao adiamento da competição.

31.07.2021
Dupla do 49er festeja passagem à Medal Race: «Este já é um resultado excelente»
Reuters

Os velejadores Jorge Lima e José Costa consideraram este sábado que ter entrado para a Medal Race do 49er dos Jogos Olímpicos foi apenas a "confirmação do verdadeiro potencial" da tripulação, que não desistirá da medalha, apesar das "dificuldades".
 
"A esperança é última a morrer. Viemos com uma postura e vamos mantê-la: profissionalismo, honrar a nossa bandeira e cores nacionais, e tentar dar grandes alegrias às nossas famílias, amigos e a Portugal", resumiu José Costa, à agência Lusa.

Leia a notícia completa.

31.07.2021
Atletismo: arrancam as eliminatórias dos 100 metros
Eurosport

Os homens mais rápidos do planeta estão já em ação. Carlos Nascimento estará na terceira série.

31.07.2021
Atletismo: surpresa para a final dos 200 metros

E temos uma grande surpresa para a final dos 200 metros. A britânica Asher-Smith não foi além do terceiro posto na primeira série das 'meias', com 11,05 segundos, e está fora da decisão. Nem consegue o apuramento pela repescagem...

Eis as atletas que avançam para a decisão de mais logo, pelas 13h50

Shelly-Ann Fraser-Pryce, 10.73
Elaine Thompson-Herah, 10.76
Shericka Jackson, 10.79
Marie-Josée Ta Lou, 10.79
Mujinga Kambundi, 10.96
Teahna Daniels, 10.98*
Daryll Neita, 10.99*
Ajla del Ponte, 11.01

*) repescadas

31.07.2021
Judo: França vence por equipas
Reuters

No último evento de judo do programa, a França venceu a prova por equipas, ao derrotar os anfitriões Japão por 4-1. Um resultado surpreendente, que permite ao lendário Teddy Riner alcançar a sua quinta medalha olímpica. Além de Riner, fizeram parte da equipa Clarisse Agbegnenou, Axel Clerget, Riner e Sarah Leonie Cysique. Os bronze foram para Israel e Alemanha.

31.07.2021
Halterofilismo: Xiaojun Lyu de ouro e com recordes olímpicos nos 81 kg
Reuters

O chinês Xiaojun Lyu fixou novos recordes olímpicos na categoria de 81 quilos, ao levantar 170kg no arranco e 204 no arremesso, para um total de 374 quilos. A prata foi para o dominicano Zacarias Bonat, com um total de 367 quilos (163 + 204), e o bronze para o italiano Antonino Pizzolato, com 365 (165 + 200). Bonat, refira-se, deu ao seu país a primeira medalha da história nesta modalidade.

31.07.2021
Atletismo: retomada a ação no Estádio Olímpico
Eurosport

Entretanto já recomeçaram as provas de atletismo, com a qualificação do salto em comprimento já a decorrer. Em seguida teremos as 'meias' dos 100m femininos, antes da entrada em cena do hectómetro masculino, com as eliminatórias onde estará Carlos Nascimento. Haverá ainda espaço para a final do disco masculino, as 'meias' dos 800m femininos e, por fim, as decisões dos 4x400 mistos e dos 100m femininos.

31.07.2021
Nova Zelândia domina no râguebi feminino
Reuters

A Nova Zelândia conquistou a medalha de ouro no torneio de sevens de râguebi feminino, ao derrotar na final a França, por 26-12.

Na luta pelo bronze, as ilhas Fiji levaram a melhor sobre a Grã-Bretanha, por 21-12.

31.07.2021
Ténis: Djokovic abdica da luta pelo bronze em pares mistos
Reuters

Novak Djokovic vai mesmo sair de Tóquio em uma única medalha nos Jogos Olímpicos. O sérvio de 34 anos, número um mundial, desistiu de disputar o encontro pela medalha de bronze de pares mistos ao lado da compatriota Nina Stojanovic, apenas minutos depois de ter perdido o encontro pelo terceiro lugar de singulares, diante de Pablo Carreño Busta.

Os sérvios iam defrontar os australianos Ashleigh Barty e John Peers a fechar a jornada de sábado, mas Djokovic optou por nem sequer entrar em court, citando uma lesão no ombro para justificar a desistência, que oferece uma primeira medalha olímpica da carreira aos dois australianos.

31.07.2021
Ténis: Carreño vence batalha e deixa Djokovic sem medalha

Pablo Carreño Busta, de 30 anos, viveu este sábado o momento mais importante da sua carreira profissional, ao conquistar a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio’2020, logo às custas de Novak Djokovic, número um do ranking mundial.

O espanhol venceu uma batalha dramática de 2h45 diante do sérvio por 6-4, 6-7(5) e 6-3.

31.07.2021
Câmara de Olhão convida medalhados olímpicos para fim de semana no Algarve

31.07.2021
Ténis: Brasil conquista bronze em pares femininos após duelo épico

Luísa Stefani e Laura Pigossi escreveram este sábado uma das páginas mais bonitas da história recente do ténis brasileiro, ao conquistarem a medalha de bronze olímpica em pares femininos no Japão.

A dupla brasileira, que fez um percurso incrível até às meias-finais, onde perderam com Belinda Bencic e Viktorija Golubic, venceram num encontro do bronze dramático as russas Elena Vesnina e Veronika Kudermetova, recentemente finalistas de Wimbledon, por 4-6, 6-4 e [11-9], depois de terem estado a perder por 5-9 no tie-break final, em que salvaram quatro match points consecutivos.

31.07.2021
Gazoz dá cartas no tiro com arco
Reuters

O turco Mete Gazoz bateu na final do tiro com arco o italiano Mauro Nespoli. Na luta pelo bronze, o japonês Takaharu Furukawa levou a melhor sobre Chih-Chun Tang, de Taiwan.

31.07.2021
Nina Christen de pontaria afinada
Reuters

A suíça Nina Christen garantiu a medalha de ouro no tiro de carabina a 3 posições feminino, deixando as russas Yulia Zykova e Yulia Karimova nas restantes posições do pódio.

31.07.2021
Ténis: Djokovic salva match point e mantém-se na luta pelo bronze
Reuters

A tentar não sair de Tóquio de mãos a abanar, Novak Djokovic, número um do Mundo, salvou um match point e empurrou o encontro do bronze diante de Pablo Carreño Busta para o terceiro set. 4-6, 7-6(6).

31.07.2021
Vela: dupla do 49er garante presença na Medal Race
Reuters

A dupla portuguesa de 49er concluiu há pouco a 11.ª e última regata do programa no 4.º posto. Jorge Lima e José Costa fecham na sexta posição global e já garantiram uma presença entre os dez melhores. Na segunda-feira vão disputar a Medal Race, onde a pontuação vale a dobrar.

31.07.2021
Vela: dupla do 49er em quinto na 11.ª regata

Continuemos na vela, porque temos boas notícias. A dupla do 49er foi quinta na 11.ª regata e está já no mar para cumprir a derradeira antes da Medal Race.

31.07.2021
Vela: holandês vence RS:X no masculino
Reuters

Na segunda Medal Race de RS:X, agora masculina, o ouro foi para o holandês Kiran Badloe, à frente do francês Thomas Goyard (75 pontos) e Kun Bi (76). A vitória nesta última regata foi para o israelita Yoav Cohen, que acabou no quarto posto, com 76.

31.07.2021
Canoagem: Sorteio dita Alemanha e Bielorrússia rivais do K4 500 português
Twitter

O K4 500 campeão do mundo da Alemanha será o adversário mais forte de Portugal na luta por um dos dois lugares de acesso direto às meias-finais de Tóquio'2020, ditou o sorteio este sábado realizado.

Conheça todos os adversários dos portugueses.

31.07.2021
Basquetebol: Itália já está nos 'quartos' masculinos
Reuters

A Itália bateu há pouco a Nigéria por 80-71 e assegurou o apuramento para os quartos-de-final do torneio masculino de basquetebol. Com este resultado, a formação africana despede-se de Tóquio com três derrotas em três jogos.

Nicolo Melli (15 pontos), Nico Mannion (14) e Achille Polonara (13) acabaram como os elementos mais certeiros da equipa italiana, ao passo que do lado dos africanos foi Chimezie Metu o mais certeiro, com 22 pontos e ainda 10 ressaltos.

Com o apuramento no bolso, os transalpinos esperam agora pelo resultado do outro encontro para saber se avançam como primeiros ou segundos - nesse particular, refira-se, os italianos torcem por uma vitória alemã diante da Austrália...

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: Diogo Abreu diz adeus à final
Reuters

Numa final na qual Diogo Abreu não marcou presença, por ter sido somente 11.º na qualificação, o jovem bielorrusso Ivan Litvinovich, de 20 anos, sagrou-se campeão olímpico de trampolins, ao terminar a final com 61.715 pontos, à frente do lendário chinês Dong Dong (61.235) e do neozelandês Dylan Schmidt (60.675).

Para Dong, que se retira em Tóquio, foram os quartos Jogos consecutivos a 'medalhar', depois do bronze de Pequim, do ouro em Londres e da prata no Rio de Janeiro. No Japão repete o segundo posto e cimenta o seu estatuto de melhor atleta olímpico da modalidade da história.

31.07.2021
Vela: dupla do 49er já acabou primeira regata do dia
Reuters

Com um atraso considerável, devido às condições do vento, a dupla portuguesa do 49er, composta por Jorge Lima e José Costa, terminou há pouco a décima regata do programa (a primeira do dia) na 11.ª posição. O duo luso mantém-se no sexto posto e tem a presença na Medal Race cada vez mais próxima...

31.07.2021
Ténis: luta pelo bronze masculino em andamento

Grande favorito à partida no torneio de singulares masculino, Novak Djokovic tenta 'salvar' a sua participação na luta pelo bronze com o espanhol Pablo Carreño Busta. A partida arrancou há pouco.

31.07.2021
Vela: ouro para a chinesa Yunxiu Lu

Estão entregues as primeiras medalhas da vela. Na entrada para a Medal Race do RS:X feminina já se sabia quem eram as medalhadas, apenas faltava definir quem ficava em que lugar.

Acabou por ser a chinesa Yunxiu Lu a vencer, apesar de ter sido apenas terceira numa regata ganha por Charline Picon, que se teve de contentar com a prata, à frente da britânica Emma Wilson. Picon e Wilson acabaram empatadas com 38 pontos, mas o triunfo da francesa na Medal Race foi decisivo para o desempate. Já Lu acabou com 40 pontos.

31.07.2021
Diogo Abreu e o erro que comprometeu final: «Faço aquelas séries centenas de vezes...»
Eurosport

Diogo Abreu foi a Tóquio com o objetivo de chegar à final dos trampolins, mas um erro na segunda série acabou por deitar tudo a perder. À RTP, o ginasta português analisou o que sucedeu e admitiu que esperava mais, nestes que foram os seus segundos Jogos Olímpicos.

"No final da primeira série esta relativamente bem posicionado. Na segunda só tinha de cumprir, mas infelizmente não conseguir. Na primeira série, apesar de haver ali coisas que podia ter feito melhor, a nota foi relativamente boa. Na segunda era mais complicado, com uma dificuldade mais elevada. Comecei bastante bem, posicionado no meio, mas uma falha técnica fez com que o salto fosse para a frente e saí fora do trampolim. Era impossível continuar"

Explicação para o erro

"É sempre um erro técnico da minha parte. Sei o que poderia ter feito melhor. Faço estas séries centenas de vezes ao longo do tempo. É já automático, mas desta aconteceu qualquer coisa que fez com que não fizesse da melhor forma e não continuei"

Balanço dos Jogos

"O mais importante era vir cá, é toda uma experiência única. São os meus segundos Jogos Olímpicos. Foi uma experiência muito boa, saio contente por ter estado aqui. Estes Jogos não eram para acontecer, fiquei contente por ter vindo, num processo desgastante. Queria fazer uma prestação bastante melhor, não consegui. Sei que volto a Portugal e tenho de trabalhar mais"

Ida a Paris'2024

"Vamos ver. O objetivo é ir, mas há vários fatores que influenciam, nomeadamente a minha saúde física. Se continuar assim, mesmo não tendo demonstrado aqui, tenho tido bons resultados em provas internacionais, então tenho fortes hipóteses para me apurar. Aqui só estão 16 do mundo todo e dois ou um por país. É bastante restrito o grupo. Vamos ver. Vou descansar, que temos um Mundial no fim do ano"

31.07.2021
Tiro: Espanha vence no fosso olímpico, São Marino volta ao pódio
Reuters

A Espanha, com a dupla Fatima Galvez e Alberto Fernandez, é a nova campeã de equipas mistas do fosso olímpico, graças a uma vitória por 41-39 numa emocionante final com São Marino, que com esta prata soma a segunda medalha nestes Jogos e a segunda da sua história. O bronze foi para os Estados Unidos.

 

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: Diogo Abreu diz adeus à final
Eurosport

Não correu da melhor forma o segundo exercício de Diogo Abreu. O português até estava a fazer uma prova muito bem conseguida, até que um deslize o deitou tudo a perder. O português acaba com 41,285 neste segundo exercício está fora da final. A imagem, já junto do seu treinador, diz tudo... A final estava mesmo ali ao virar da esquina.

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: Diogo Abreu entra com um sétimo posto
Eurosport

O português precisa de ser um dos oito melhores e por agora... tudo a correr como planeado.

31.07.2021
BMX: Connor Fields deixa cuidados intensivos
Reuters

O norte-americano Connor Fields, que na sexta-feira sofreu uma violenta queda na prova de BMX, sofreu uma hemorragia cerebral como consequência do acidente de que foi vítima, revelou a sua mãe Lisa. Ainda assim, o campeão olímpico de 2016 deixou os cuidados intensivos e continuará em observação.

Na sua nota, Lisa Fields agradeceu as mensagens de apoio recebidas e revelou que Connor "não apresenta qualquer lesão cerebral e sangramento adicionais (...) e não será necessária de momento qualquer cirurgia neste momento". Horas antes, o seu pai Mike Fields tinha revelado ao USA Today Sports que o filho "estava bem do ponto de vista cognitivo". "Sabe onde está, o seu aniversário, reconhece pessoas", disse.

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: Diogo Abreu entra com o quinto lugar provisório
Eurosport

Diogo Abreu consegue uma boa nota na primeira exibição, com 52.135 pontos, e está de momento no quinto posto. O português recebeu 5.400 pela dificuldade do programa, 18.800 pela execução, 18.435 pelo tempo de voo e 9.500 pela deslocamento horizontal. Não recebeu qualquer penalização.

31.07.2021
Basquetebol: França soma terceira vitória e fecha Grupo A em primeiro
Reuters

A França garantiu a vitória no Grupo A do torneio de basquetebol masculino, ao superar o Irão por 79-62 e somar o terceiro triunfo em três jogos. Depois de bater Estados Unidos (83-76) e República Checa (97-77), a formação gaulesa dominou por completo os iranianos, eliminados com três desaires, num embate que já liderava ao intervalo por 19 pontos (46-27).

Num embate sem história, Thomas Huertel, com 16 pontos, e Thimothé Luwawu-Cabarrot, com 12, foram os melhores marcadores dos gauleses, enquanto o mais eficiente foi Nando De Colo, com 10 pontos, sem 'tiros' falhados, cinco ressaltos e cinco assistências, em apenas 14.48 minutos. Por seu lado, o 'gigante' Hamed Haddadi liderou os iranianos, com 18 pontos e 12 ressaltos.

No sorteio dos quartos de final, a França será cabeça de série, juntamente com os vencedores dos restantes dois agrupamentos e o melhor segundo classificado entre todos.

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: prova já arrancou
Eurosport

Diogo Abreu discute o acesso à final dos trampolins, numa qualificação que já arrancou e da qual sairão os 8 finalistas. O português é o 12.º a competir na qualificação.

31.07.2021
União portuguesa para celebrar apuramento de Liliana Cá

A Federação Portuguesa de Atletismo partilhou há pouco um vídeo no qual mostra a forma como vários elementos da comitiva saudaram Liliana Cá pelo apuramento para a final do lançamento do disco.

31.07.2021
Ginástica de Trampolins: Diogo Abreu quase a começar

O português entra em cena pelas 5 horas para discutir um lugar na final de Ginástica de Trampolins. A decisão está marcada para as 6h50 de hoje.

31.07.2021
Natação: óculos 'estragam' estafeta norte-americana
Reuters

É uma das imagens do dia em Tóquio'2020. Lydia Jacoby, de apenas 16 anos que conquistou o ouro dos 100 bruços, teve um erro de... juventude e viu-lhe saltar os óculos durante o seu percurso de bruços na estafeta mista de 4x100 estilos, onde os Estados Unidos desiludiram e ficaram num modesto quinto lugar.

31.07.2021
Andebol: seleção feminina de Angola alcança primeira vitória e ainda sonha
Reuters

A seleção feminina de andebol de Angola venceu por 28-25 a congénere anfitriã do Japão, alcançando o seu primeiro triunfo em Tóquio'2020, que a coloca na luta pelo acesso aos quartos de final do torneio olímpico. Orientada pelo antigo internacional português Filipe Cruz, que se notabilizou no ABC, a seleção angolana chegou ao intervalo a vencer por 15-13 e depois de disparar para uma vantagem que chegou aos sete golos, aos 22-15, fechou aos 28-25.

Leia tudo aqui.

31.07.2021
Liliana Cá: «Se conseguir recorde nacional chegarei às medalhas»
Reuters

À RTP, pouco depois de assegurar o apuramento para a final do lançamento do disco (segunda-feira, pelas 12 horas), Liliana Cá assumiu-se feliz pelo feito alcançado e, de olho na decisão, tem uma certeza: um novo recorde nacional 'vale' medalha olímpica.

"Sempre disse que a minha primeira meta seria a final. Graças a Deus consegui. Senti-me bem. Tive um pouco de receio de fazer nulo ou bater na rede, mas consegui controlar-me e fiz a marca para me qualificar. Na primeira vez nuns Jogos, a primeira final...

Medalha

"É algo que quero, mais do que se calhar os portugueses. Eu vou lutar para que isso aconteça. Se conseguir bater o recorde nacional provavelmente conseguirei chegar às medalhas. Neste momento luto para os dois. Quando chegar a final espero conseguir".

A título de curiosidade, Liliana Cá tem a sexta melhor marca de todas as atletas presentes na final, com os seus 66,40 conseguidos este ano. Nota para o facto de Jorinde van Klinken, a destacada líder mundial do ano (com 70,22!) nem sequer se ter apurado para a final - fez somente 61,15.


31.07.2021
Atletismo: Carlos Nascimento já conhece adversários nos 100m
Reuters

Estão fechadas as rondas preliminares dos 100 metros e um dos atletas apurados é Dorian Keletela, atleta natural do Congo que está a viver em Portugal desde 2016 e que nestes Jogos compete pela equipa de refugiados.

Keletela competirá na segunda eliminatória, pelas 11h53, minutos antes da entrada em cena de Carlos Nascimento, que está na terceira. O português tem o sétimo melhor registo da sua série e para se apurar terá de conseguir acabar nos três primeiros da série ou, então, ser um dos três melhores nos não-apurados.

31.07.2021
Vela: provas atrasadas devido ao mau tempo

Todas as regatas do dia na vela estão com o seu início atrasado devido às condições climatéricas. Para este sábado estava prevista a realização de três nos 49er (com Jorge Lima e José Costa) e duas nos 70 (com Diogo Costa e Pedro Costa).

31.07.2021
Natação: britânicos vencem na estreia da estafeta 4x100m estilos
Eurosport

Na estreia da estafeta mista dos 4x100 metros estilos em Jogos Olímpicos, a Grã-Bretanha (Kathleen Dawson, Adam Peaty, James Guy e Anna Hopkin) conquistou o ouro, com 3.38,75 minutos, um novo recorde do Mundo. A medalha de prata foi a China (Jiayu Xu, Zibei Yan, Yufei Zhang e Juanxuan Yang), com 3.38,86, enquanto a Austrália (Kaylee McKeown, Izaac Stubbley-Cook, Matthew Temple e Emma McKeon) ficaram com o bronze, com 3.38,95. Já os Estados Unidos ((Ryan Murphy, Lydia Jacoby, Torri Huske e Caeleb Dressel) ficaram fora do pódio, terminando no quinto posto.

31.07.2021
Irina Rodrigues: «Sei que consigo fazer melhor do que isto»
Reuters

A portuguesa Irina Rodrigues reconheceu ter ficado aquém das suas capacidades na qualificação para a final do lançamento do disco, onde conseguiu apenas a 25.ª melhor marca.

"Não foi uma prestação positiva. Estou feliz por estar nos terceiros Jogos Olímpicos, mas gostava de ter feito um pouco mais, de ter lançado um pouco mais. Não estou feliz com estes 57 metros, mas dei o meu melhor e não deu para mais", referiu a lançadora natural de Leiria, de 30 anos.

Irina Rodrigues ficou muito longe dos 63,96 que tem como recorde pessoal, num concurso em que anulou o primeiro lançamento e depois conseguiu os 54,60 e 57,03 metros, que lhe deram o 11.º lugar do Grupo A, pelo que falhará a final quando duas lançadoras do Grupo B fizerem melhor.

"Acabo por ter sempre algum stress ou ansiedade, que me acelera o 'timing' do lançamento e, como é uma questão de microssegundos, basta falhar um bocadinho que o lançamento fica estragado. É algo que eu tenho de continuar a trabalhar e a lutar, porque sei que consigo fazer melhor do que isto", assegurou.

"Eu fiz tudo o que podia, preparei-me sempre para lançar a esta hora. Foi o que foi, não estou feliz, por outro lado, acho que é bom estar nuns terceiros Jogos, mas sei que tenho de dar mais no futuro. Trabalhei para muito mais, só que não consegui", admitiu.

31.07.2021
Natação: Emma McKeon volta a bater recorde olímpico dos 50m livres
Reuters

A australiana Emma McKeon voltou a bater o recorde olímpico dos 50 metros livres. Depois de ter feito 24,02 segundos nas eliminatórias, a australiana fez agora 24,00: melhor tempo das meias-finais. McKeon não pode descansar muito... porque já de seguida compete nos 4x100 estilos mistos.

31.07.2021
Atletismo: Liliana Cá na final com a oitava melhor marca
Eurosport

Já Irina Rodrigues, com os 57,03 metros que lançou, ficou com o 25.º melhor registo da qualificação.

31.07.2021
Atletismo: Liliana Cá apura-se para a final do lançamento do disco
Eurosport

Liliana Cá está apurada para a final do lançamento do disco, ao lançar como melhor marca na qualificação 62,85 metros à segunda tentativa. A portuguesa não alcançou a marca de apuramento direto, mas entra como uma das melhores abaixo dos pedidos 64,00 metros. A final disputa-se na segunda-feira, pelo meio dia (hora de Lisboa).

31.07.2021
Natação: Katie Ledecky entra numa elite bem restrita
Reuters

Ao vencer os 800 metros livres, a norte-americana Katie Ledecky chegou às 10 medalhas olímpicas na carreira e juntou-se à elite dos nadadores mais medalhados de sempre em Jogos Olímpicos:

Michael Phelps – 28
Jenny Thompson – 12
Ryan Lochte – 12
Dara Torres – 12
Mark Spitz – 11
Matt Biondi – 11
Gary Hall, Jr – 10
Katie Ledecky – 10

31.07.2021
Natação: Caeleb Dressel domina 'meias' dos 50m livres
Reuters

Minutos depois de ter conquistado o ouro nos 100 metros mariposa, Caeleb Dressel foi o mais rápido das meias-finais dos 50 metros livres, com 21,42 segundos. O norte-americano entra assim na final à frente do francês Florent Manaudou (21,53) e do brasileiro Bruno Fratus (21,60). E mais daqui a pouco, Dressel volta a entrar em ação... nos 4x100 estilos misto, onde vai procurar conquistar o seu quarto ouro em Tóquio: já venceu os 100 livres, 100 mariposa e 4x100 livres).

31.07.2021
Atletismo: Liliana Cá com um pé na final do disco
Reuters

Depois da primeira tentativa aquém do esperado, Liliana Cá deixa o apuramento bem encaminhado, ao lançar 62,85. Não chega para a qualificação automática, mas a portuguesa tem de momento o sétimo melhor registo do concurso e está bem dentro das repescagens.

31.07.2021
Atletismo: Liliana Cá já arrancou qualificação
Eurosport

Liliana Cá faz um lançamento algo desequilibrado e, mesmo assim, consegue 57,70 metros. Ainda não é marca que permita o apuramento para a final, mas tem mais duas tentativas.

31.07.2021
Natação: Katie Ledecky bate Titmus e conquista ouro nos 800m livres

Em mais uma final muito aguardada do dia, Katie Ledecky venceu o terceiro round (tinha perdido os outros dois) frente à rival australiana Ariarne Titmus e conquistou a medalha de ouro dos 800 metros livres pela terceira vez consecutiva, com 8.12,57 minutos. A norte-americana soma agora dois ouros (já tinha ganho os 1.500 livres) e duas pratas (400 livres e 4x200 livres) em Tóquio. Quanto à australiana de 20 anos teve de se contentar com a medalha de prata, com 8.13,84 (recorde da Oceânia): Titmus tem agora dois ouros (200 livres e 400 livres), uma prata (800 livres) e um bronze (4x200 livres). A medalha de bronze foi para a italiana Simona Quadarella, com 8.18,35, que bateu a jovem promessa norte-americana Katie Grimes, de apenas 15 anos, por três centésimos.

31.07.2021
Ginástica: Simone Biles fora das finais de aparelhos

Depois de se ter retirado da final por equipas e ter ficado de fora da decisão do All Around individual, Simone Biles vai também falhar as finais de salto e paparalelas assimétricas, anunciou há pouco a Federação Norte-Americana de Ginástica. Na prova de salto será substituída pela compatriota MyKayla Skinner, ao passo que nas paralelas quem entra é a francesa Melanie de Jesus dos Santos.

31.07.2021
Natação: dobradinha para Kaylee McKeown, agora com o ouro nos 100m costas
Reuters

Na final dos 200 metros costas, a australiana Kaylee McKeown confirmou o favoritismo e conquistou a medalha de ouro, fazendo assim a dobradinha (já tinha vencido os 100m costas), com o tempo de 2.04,68 minutos. A canadiana Kyle Masse, que liderou até aos últimos 20 metros, ficou com a medalha de prata, a 74 centésimos da vencedora (2.05,42). E a australiana Emily Seebohm, de 29 anos, arrecadou o bronze, com 2.06,17.

31.07.2021
Atletismo: nigeriana que estava apurada para as 'meias' dos 100 metros suspensa por doping
Reuters

A nigeriana Blessing Okagbare, que se encontrava apurada para as meias-finais dos 100 metros, foi suspensa preventivamente com efeitos imediatos por doping, anunciou a Unidade de Integridade do Atletismo (AIU).

O controlo antidoping realizada a Blessing Okagbare, em 19 de julho, acusou a utilização de uma hormona de crescimento, pelo que a nigeriana foi imediatamente suspensa provisoriamente, enquanto aguarda a resolução definitiva do caso.
 
O laboratório que analisou a amostra notificou a AIU do resultado adverso e esta manhã a velocista recebeu formalmente a notificação da sua sanção provisória, que a impede de participar nas semifinais dos 100 metros, para as quais se qualificou com o tempo de 11,05 segundos.

"O sistema desportivo da Nigéria tem falhas e nós, os atletas, somos vítimas colaterais", lamentou na rede social Twitter Okagbare, que faz parte de um grupo de altíssimo nível radicado na Florida e treinado pelo norte-americano Rana Reider.

Vice-campeã olímpica do salto em comprimento em Pequim'2008, Blessing Okagbare, de 32 anos, que tinha a sétima melhor marca do ano nos 100 metros (10,89 segundos), é a primeira atleta declarada positiva durante o período em que decorrem os Jogos Olímpicos Tóquio'2020.

31.07.2021
Natação: ouro e recorde do Mundo para Caeleb Dressel
Eurosport

Na primeira final do dia, Caeleb Dressel não deu hipótese e conquistou o sua terceira medalha de ouro em Tóquio, ao vencer os 100 metros mariposa com um novo recorde do Mundo, com 49,45 minutos, melhorando a sua anterior marca (49,50 de 2019). E dentro de poucos minutos, Dressel voltará a entrar em ação nas meias-finais dos 50 metros livres... e no final da sessão vai competir dos 4x100 estilos mistos.

A medalha de prata foi para o húngaro Kristof Milak, que fez um grande tempo (49,68), um novo máximo europeu, ficando muito próximo de bater o norte-americano na chegada. E de forma surpreendente, o suíço Noe Ponti arrecadou o bronze (50,74).

31.07.2021
Natação: e agora vamos à piscina...

Chegou a hora habitual das provas de natação, com quatro finais no programa. A saber:

2h30 - Natação (100m mariposa masculinos)
2h37 - Natação (200m costas femininos)
2h46 - Natação (800m livres femininos)
3h43 - Natação (4x100m estilos mistos)

31.07.2021
Atletismo: Liliana Cá a aquecer
Eurosport

A portuguesa entra em ação na qualificação do disco dentro de 25 minutos. A marca de referência são os tais 64 metros.

31.07.2021
Ana Peleteiro revela conselho de Nelson Evora antes da final do triplo salto
Reuters

Grande adversária de Patrícia Mamona na eventual luta pelas medalhas no triplo salto em Tóquio'2020 - isto contando que Yulimar Rojas está num mundo à parte -, a espanhola Ana Peleteiro apurou-se também para a final de domingo, tendo já recebido um conselho por parte de um antigo campeão olímpico, o português Nelson Evora, que é seu namorado - e também é treinado pelo mesmo treinador, Ivan Pedroso.

Leia o artigo completo.

31.07.2021
Atletismo: Irina Rodrigues melhora mas deve falhar apuramento

Irina Rodrigues consegue melhorar no seu terceiro ensaio, mas chega apenas aos 57.03 metros, bem longe da sua melhor marca do ano e também da marca de qualificação. A portuguesa é de momento 11.ª, ainda não está fora, mas dificilmente do outro grupo não sairão melhores marcas. Dentro de momentos já saberemos, até para perceber onde 'encaixa' Liliana Cá.

31.07.2021
Atletismo: fechadas qualificações dos 400m barreiras
Reuters

Já estão fechadas as apuradas para as meias-finais dos 400 metros barreiras. As principais favoritas Sydney McLaughlin, Femke Bol, Dalilah Muhammad e Anna Ryzhykova avançam sem grandes problemas.

31.07.2021
Atletismo: Irina ainda longe

Irina Rodrigues faz a sua segunda tentativa e fica bastante perto dos 55 metros - 54,60. A portuguesa tem mais uma oportunidade para não ficar já pelo caminho.

31.07.2021
A seguir nas modalidades coletivas

Como habitual, vamos agora olhar para as partidas de maior destaque nas provas coletivas. A começar logo pelo basquetebol, com um Austrália-Alemanha e novamente com os Estados Unidos em ação, desta feita diante da Rep. Checa.

No futebol, já durante a sessão noturna, serão jogados os 'quartos', com a Espanha a defrontar a Costa do Marfim e o Brasil a ter pela frente o Egito. Japão-Nova Zelândia e Coreia do Sul-México são as outras duas partidas.

No andebol teremos seis jogos do torneio feminino, com Angola a defrontar o Japão, o Brasil a jogar com a Suécia e a Noruega a jogar com a Holanda.

Por fim, no voleibol feminino, o Brasil joga coma Sérvia, os Estados Unidos defronta as russas, ao passo que a China encontra a Itália.

31.07.2021
Atletismo: aí está Irina Rodrigues!
Eurosport

A portuguesa faz a sua primeira tentativa, lançando o disco a cerca de 53 metros, bem longe do desejado. Irina acaba por marcar nulo ao pisar a linha.

31.07.2021
A imagem de Jorge Fonseca à chegada
31.07.2021
Atletismo: estreia dos 4x400 mistos gerou polémica

Ainda da jornada de ontem, nota para a enorme polémica que foi criada por conta da prova dos 4x400 mistos, que está em estreia nestes Jogos Olímpicos. Inicialmente os grandes favoritos Estados Unidos foram desqualificados, acabando posteriormente por serem reintegrados na prova após recurso. Com essa decisão, a Irlanda ficou de fora, depois de inicialmente ter sido colocada na zona de qualificação por ter sido terceira nessa segunda série.

Em causa esteve a primeira passagem de testemunho, de Elija Godwin para Lynna Irby, na qual esta última estava claramente fora da sua posição (na imagem acima é possível ver-se o espaço vazio, com a atleta a estar uns 5 metros mais à frente). Ora, os norte-americanos protestaram a decisão, alegaram que a culpa teria sido do juiz, que não orientou as atletas para o local certo e, após análise, o protesto foi mesmo aceite.

Com isto, os norte-americanos mantêm a esperança de chegar ao ouro nesta estafeta, na qual detêm o recorde mundial, fixado nos 3:09.34, em Doha (2019). A final corre-se no domingo.

31.07.2021
Atletismo: qualificação do disco quase a arrancar

A qualificação do lançamento do disco arranca dentro de 15 minutos com a realização do Grupo A. Irina Rodrigues está nessa primeira ronda de qualificação, tendo como objetivo chegar aos 64 metros de marca direta ou, então, ser uma das que se apura por repescagem. A portuguesa tem 62.95m como melhor marca do ano.

Depois, pelas 2h55, será a vez de Liliana Cá tentar a sua sorte, uma atleta que entra nestes Jogos na melhor forma da carreira, com um recorde pessoal de 66,40 conseguido este ano.

31.07.2021
Atletismo: o salto que colocou Patrícia Mamona na final do triplo salto

José Uva, treinador de Patrícia Mamona, partilhou há pouco nas redes sociais um vídeo, captado das bancadas do Estádio Olímpico, do salto que colocou a triplista portuguesa na final de domingo (pelas 12h20 de Lisboa). Com 14,55 metros, a atleta nacional apurou-se diretamente e já está entre as 12 melhores na especialidade nestes Jogos Olímpicos.

A carregar o vídeo ...
O salto que colocou Patrícia Mamona na final do triplo salto em Tóquio'2020
31.07.2021
As palavras de Jorge Fonseca à chegada

Jorge Fonseca aterrou esta noite no Aeroporto de Lisboa e reforçou o orgulho pela medalha de bronze conquistada em Tóquio.

A carregar o vídeo ...
Dedicatória especial para a mãe e a promessa de ouro em 2024: o discurso de Jorge Fonseca na chegada a Lisboa
31.07.2021
Triatlo: Grã-Bretanha vence ouro na estafeta
Reuters

O quarteto composto por Jessica Learmonth, Jonathan Brownlee, Georgia Taylor-Brown e Alex Yee conquista a medalha de ouro na estafeta mista, ao cruzar a linha de meta com 14 segundos de avanço para o quarteto norte-americano e 23 para o francês. Estão atribuídas as primeiras medalhas do dia!

31.07.2021
Triatlo: estafeta na fase decisiva

No final da terceira transição da estafeta mista, a Grã-Bretanha lidera com 21 segundos para os Estados Unidos e 33 para a França. Vem aí a decisão!

31.07.2021
As contas do medalheiro

À entrada do oitavo dia de competição, a China comanda o medalheiro com 40 medalhas, 19 delas de ouro, 10 de prata e 11 de bronze. Em segundo surge o Japão, com 28 medalhas - 17 de ouro, 4 de prata e 7 de bronze - ao passo que os Estados Unidos, apesar de terem mais medalhas do que todos (41), perdem no critério que coloca os ouros como metal mais valioso: os norte-americanos têm 14 ouros, 16 pratas e 11 bronzes.

Eis as contas completas.

31.07.2021
Jorge Fonseca chega a Lisboa após o bronze: «Ainda mal dormi»

Já passava da meia-noite, quando Jorge Fonseca saiu da porta de desembarque do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, onde o aguardavam alguns familiares, amigos e alguns praticantes da modalidade.
"Estou muito feliz, obrigado por todo o apoio, da minha família, dos portugueses. Agora vou trabalhar para conquistar o ouro em Paris'2024. Estava ansioso para chegar a Portugal, mal dormi. Não dormi quase nada ainda...Esta medalha é o fruto de muito trabalho. Qual foi o segredo? Trabalhar muito!", atirou Jorge Fonseca.

Leia as declarações completas.

31.07.2021
O programa dos portugueses

Este sábado será relativamente calmo a nível de portugueses, mas até podemos ter a presença numa final por parte de Diogo Abreu na Ginástica de Trampolins. E a dupla do 49er pode deixar já praticamente fechada a presença na Medal Race.

1:30 - Irina Rodrigues (Atletismo, Disco Q)
2:55 - Liliana Cá (Atletismo, Disco Q)
4:00 - Jorge Lima e José Costa (Vela, 49er, regata 10)
4:50 - Jorge Lima e José Costa (Vela, 49er, regata 11)
5:40 - Jorge Lima e José Costa (Vela, 49er, regata 12)
5:00 - Diogo Abreu (Ginástica, Trampolins Q)
11:45 - Carlos Nascimento (Atletismo, 100m E)

31.07.2021
As finais do dia

O calendário de finais segue a bom ritmo, a começar desde já com uma ao início da manhã. E Portugal até pode ter uma surpresa...

23h30 - Triatlo (estafetas mistas)
2h30 - Natação (100m mariposa masculinos)
2h37 - Natação (200m costas femininos)
2h46 - Natação (800m livres femininos)
3h43 - Natação (4x100m estilos mistos)
6h05 - Tiro (fosso olímpico, equipas mistas)
6h33 - Vela (RS:X Feminino)
6h50 - Ginástica de trampolim (torneio masculino)
7h00 - Ténis (final feminina singulares)
7h33 - Vela (RS:X Masculino)
7h50 - Halterofilismo (81kg masculinos)
8h00 - Tiro (Carabina 3 posições femininos)
8h45 - Tiro com arco (torneio masculino)
9h00 - Judo (equipas mistas)
10h00 - Râguebi de sevens (torneio feminino)
10h00 - Badminton (duplas masculinas)
11h30 - Esgrima (sabre, equipas femininas)
11h50 - Halterofilismo (96km masculinos)
12h15 - Atletismo (lançamento do disco masculino)
13h35 - Atletismo (4x400 estafeta mista)
13h50 - Atletismo (100m femininos)

31.07.2021
Triatlo: estafetas em ação

Arrancou há cerca de meia hora a estafeta mista de triatlo. Portugal não está presente.

31.07.2021
Arranca mais uma jornada

Bom dia! Sejam bem-vindos a mais um direto de acompanhamento de tudo o que se passa em Tóquio. Este sábado será particularmente mais calmo no que a portugueses diz respeito, mas a verdade é que os motivos de interesse são vários, com muitas medalhas para distribuir. Tudo para seguir, como sempre, aqui no seu Record.

Por Fábio Lima e José Morgado
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Tóquio 2020

Notícias