Os locais das provas

Fique a saber todos os pormenores sobre os 33 espaços que vão receber eventos destes Jogos Olímpicos
Fábio Lima 11 julho 2021 - 11:33
Fique a saber todos os pormenores sobre os 33 espaços que vão receber eventos destes Jogos Olímpicos
Fábio Lima 11 julho 2021 - 11:33
Realizar uns Jogos Olímpicos obriga a reunir uma enorme capacidade a nível de infraestruturas e o Japão não poupou a esforços para deixar tudo pronto e sempre nas melhores condições possíveis. Para Tóquio'2020, serão utilizados 33 recintos, 28 dos quais localizados num raio de 8 quilómetros da Aldeia Olímpica. Desses 33 recintos, refira-se, 11 foram construídos de raiz. Nota ainda para as provas da marcha e da maratona, que serão realizadas mais longe da capital, em Sapporo.

Neste trabalho especial poderá ficar a conhecer um pouco de cada um desses espaços, mas também saber quais as modalidades que se serão realizadas em cada um deles. Apontamos também a lotação de alguns desses espaços, apesar de se saber desde já que estes Jogos Olímpicos serão realizados à porta fechada.

ESTÁDIO OLÍMPICO
Palco das cerimónias de abertura e encerramento, o Estádio Olímpico (o nome original é Estádio Nacional) será a casa das provas de atletismo, mas também da final do torneio feminino de futebol. Com lotação para 68 mil espectadores, nasceu no mesmo espaço do seu antecessor (com o mesmo nome) e está pronto desde dezembro de 2019. Está localizado na chamada Heritage Zone, na zona financeira da cidade, a Noroeste da Aldeia Olímpica.

Modalidades
Atletismo
Futebol
GINÁSIO METROPOLITANO DE TÓQUIO
Palco dos jogos de ténis de mesa, é um dos recintos que resistem dos Jogos de 1964. Com lotação para sete mil espectadores, está localizado na Heritage Zone e foi remodelado pela última vez em 1990. É aqui que o quinteto português tentará brilhar em solo asiático.

Modalidades
Ténis de mesa
ESTÁDIO NACIONAL YOYOGI
Palco utilizado nos Jogos de 1964 para os eventos aquáticos e de basquetebol, em 2020 será a casa do andebol, uma modalidade na qual Portugal joga cartas fortes. Famoso pela zona do telhado, com um design futurista, tem lotação para pouco mais de 10 mil espectadores. Construído inicialmente em 1963, foi renovado para este Jogos Olímpicos, mas o seu formato futurista já vem desde o momento da sua contrução original. Está localizado na Heritage Zone.

Modalidades
Andebol
NIPPON BUDOKAN
Conhecido como a casa espiritual das artes marciais japonesas, está localizado na chamada Heritage Zone e será palco nestes Jogos Olímpicos das provas de judo e de karaté. Foi igualmente reduto utilizado nos Jogos de 1964, na altura num evento histórico, que marcou pela primeira vez a presença do judo no programa olímpico. Tem capacidade para 11 mil espectadores e foi renovado em 2020 tendo em vista estes Jogos Olímpicos.

Modalidades
Judo
Karaté
FÓRUM INTERNACIONAL DE TÓQUIO
Inaugurado em 1997, o Fórum Internacional de Tóquio é um espaço 'multi-funções', habitualmente utilizado para exposições, concertos e conferências, e que nestes Jogos Olímpicos será palco das provas de halterofilismo. Com lotação para cinco mil espectadores na sua sala principal (conta com duas), destaca-se pela sua imponência e pela forma do seu exterior - em forma de barco pontiagudo. Tal como os espaços anteriores, localiza-se também na Heritage Zone.

Modalidades
Halterofilismo
KOKUGIKAN ARENA
Conhecida como sendo a casa espiritual de um dos desportos de maior importância nacional (o sumo), a Kokugikan Arena está localizada na Heritage Zone, conta com uma lotação para 7300 espectadores e nestes Jogos Olímpicos irá albergar as provas de boxe. Inaugurada em 1985, é habitualmente palco de concertos musicais, mas serve essencialmente para a realização de eventos desportivos e de lutas. No decurso da pandemia de Covid-19 foi também um centro de vacinação.

Modalidades
Boxe
PARQUE EQUESTRE BAJI KOEN
Localizado em Setagaya, será o palco para as provas de equitação nestes Jogos Olímpicos, sendo outro dos redutos que foi também utilizado nos Jogos de 1964. Com lotação para 9300 espectadores (as bancadas foram colocadas de forma provisória), o Parque Equestre Baji Koen é ao longo do ano um dos principais espaços da arte equestre do país e também visto como uma lufada de ar fresco (verde) numa zona habitualmente bastante movimentada.

Modalidades
Equestre
MUSASHINO FOREST SPORT PLAZA
Construído para estes Jogos Olímpicos, foi inaugurado em 2017 e teve um custo acima dos 300 milhões de euros. Localizado em Chofu, próximo do Estádio de Tóquio (Estádio Ajinomoto), é um espaço multifunções que conta com uma piscina, um ginásio e já foi palco de provas de ténis de mesa. Neste contexto de Jogos será a casa do badminton e da prova de esgrima do pentatlo moderno. Tem lotação para 10 mil espectadores e foi o primeiro novo reduto a ficar pronto para este evento.

Modalidades
Badminton
Pentatlo Moderno (esgrima)
ESTÁDIO DE TÓQUIO
Conhecido como Estádio Ajinomoto, é a casa de alguns dos principais eventos de desportos coletivos do país, nomeadamente futebol (é o reduto do FC Tóquio e Tóquio Verdy) ou râguebi. Localizado em Chofu, tem lotação para 48 mil espectadores e nestes Jogos Olímpicos será palco de vários jogos de futebol (cinco, nos quais a final feminina) e râguebi, mas também de todos os eventos do pentatlo moderno, com exceção da esgrima. Foi inaugurado em 2001 e foi um reduto que fez história no país por ter sido o primeiro a ter os 'naming rights' vendidos.

Modalidades
Futebol
Râguebi
Pentatlo moderno (com exceção da esgrima)
MUSASHINONOMORI PARK
Localizado em Fuchu, servirá apenas para receber a largada da prova de fundo do ciclismo. É um parque natural com 41 hectares, que se destaca pela sua beleza natural.

Modalidades
Ciclismo
ARIAKE ARENA
Construído de raiz para estes Jogos Olímpicos, ficou pronto em finais de 2019 e teve um custo de cerca de 300 milhões de euros. Com capacidade para 12 mil espectadores, será palco dos jogos de voleibol neste evento, estando previsto que depois dos Jogos passe a ser um dos principais centros desportivos e culturais do país. Está localizado na Tokyo Bay Zone.

Modalidades
Voleibol
CENTRO DE GINÁSTICA DE ARIAKE
Palco de todos os eventos de ginástica - artística, rítmica e trampolins - este espaço foi criado de raiz para estes Jogos Olímpicos, mas depois do evento irá ser convertido num centro de exposições permanente. Com lotação para 12 mil espectadores, destaca-se pelo imponente tecto, com um uso generoso de madeira, um material que é mesmo predominante em toda a construção.

Modalidades
Ginástica (artística, rítmica e trampolins)
PARQUE URBANO DE DESPORTOS ARIAKE
Localizado no centro nevrálgico dos Jogos - está bastante próximo da Aldeia Olímpica -, foi o derradeiro espaço a ser concluído e até houve receio de que as obras pudessem não estar concluídas a tempo (daí a foto acima ser do projeto). Será o palco das provas de desportos radicais como o BMX e o skate. Por ser um espaço que será 'removido' após os Jogos, tinha prevista a colocação de bancadas com lotação entre 5 e 7 mil espectadores. Uma funcionalidade que não será utilizada, já que os Jogos serão à porta fechada.

Modalidades
Ciclismo (BMX)
Ciclismo (BMX Freestyle)
Skate
PARQUE DE TÉNIS DE ARIAKE
Principal espaço do país dedicado ao ténis, conta com uns impressionantes 48 courts em todo o seu complexo, aos quais se junta o palco principal, o Ariake Coliseum, um estádio imponente com lotação para perto de 20 mil espectadores. O court principal, refira-se, é um dos poucos que conta com um teto removível.

Modalidades
Ténis
PARQUE MARÍTIMO DE ODAIBA
Será aqui que serão disputadas as provas de natação de águas abertas e também o segmento de natação no triatlo. Sendo um espaço natural, para estes Jogos contará com uma estrutura provisória, que tinha prevista a possibilidade de presença de cerca de cinco mil adeptos.

Modalidades
Natação de águas abertas
Triatlo (segmento de natação)
SHIOKAZE PARK
Localizado na zona da baía, é um parque conhecido pelas suas vistas para a conceituada Rainbow Bridge, mas também por toda a sua beleza natural. Nestes Jogos Olímpicos contará com uma instalação provisória que servirá de base para a realização dos jogos de voleibol de praia. Estava previsto contar com bancadas com uma lotação máxima de 12 mil espectadores.

Modalidades
Voleibol de praia
PARQUE DE DESPORTOS URBANO DE AOMI
Se o parque de Ariake será palco do BMX e do skate, o de Aomi será a casa do basquetebol 3 x3 e também da escalada, uma das modalidades em estreia nos Jogos Olímpicos. É também uma estrutura provisória, que conta com a particularidade de no seu interior receber uma modalidade (o basquetebol) e no exterior a outra (escalada). Estava prevista também a instalação de bancadas provisórias, com lotação para 5 mil pessoas.

Modalidades
Basquetebol (3x3)
Escalada
OI HOCKEY STADIUM
Construído de raiz para estes Jogos Olímpicos, está localizado no Parque Oceânico Oi Pier e será a casa dos jogos de hóquei em campo neste evento. Para lá dos Jogos, os planos passam por uma utilização em eventos diversos, fazendo uso de uma relva artificial que os japoneses dizem ser das melhores do mundo. Todo o espaço tem lotação para 15 mil espectadores.

Modalidades
Hóquei em campo
CENTRAL BREAKWATER E SEA FOREST WATERWAY
Para lá do Parque Equestre de Baji Koen, os desportos equestres serão também disputados no Sea Forest Waterway, um espaço localizado na zona da baía, que contará com toda uma estrutura provisória. Para lá dos eventos equestres, aqui também serão disputadas as provas de remo e canoagem. Depois dos Jogos, a ideia passa por ter aproveitar algumas das estruturas e torná-las definitivas.

Modalidades
Equestre
Canoagem
Remo
CENTRO DE CANOAGEM SLALOM KASAI
Localizado junto ao Parque Kasai Rinkai, o centro de canoagem slalom será palco da prova onde estará o português Antoine Launay e foi um dos espaços criados de raiz para estes Jogos Olímpicos. Terminado o evento a ideia será aproveitar o recinto para vários desportos aquáticos e outras atividades de lazer.

Modalidades
Canoagem slalom
CAMPO DE TIRO COM ARCO DE YUMENOSHIMA
Localizado no Parque de Yumenoshima, este campo de tiro ao arco foi construído de raiz para estes Jogos Olímpicos e será preservado para lá do evento. Já foi palco de eventos de teste em 2019 e passou com nota máxima nos requisitos olímpicos.

Modalidades
Tiro com arco
CENTRO AQUÁTICO DE TÓQUIO
Construído de raiz para estes Jogos Olímpicos, está localizado no Parque costeiro de Tatsumi-no-Mori e é um dos espaços mais imponentes de todos os que foram criados para o evento. As obras atrasaram sete meses por conta da pandemia de Covid-19, mas o resultado final deixou todos satisfeitos. Conta com uma lotação para 15 mil pessoas, que será utilizada em pleno depois dos Jogos, já que este passará a ser o espaço principal dos desportos aquáticos no país.

Modalidades
Natação
Natação artística
Saltos para a água
CENTRO DE PÓLO AQUÁTICO DE TATSUMI
Construído em 1990 para servir como instalação de primeira linha para os desportos aquáticos da cidade, mas também para dar aos cidadãos um espaço para ganharem o gosto pela modalidade, nestes Jogos Olímpicos será palco dos eventos de polo aquático. Com lotação para 4700 espectadores, já albergou vários eventos internacionais de natação.

Modalidades
Polo aquático
PARQUE SAPPORO ODORI
Inicialmente, a maratona e as provas de marcha seriam corridas na capital, mas os receios de calor extremo forçaram a organização a mudar os planos e transferirem estes eventos para Sapporo, a cerca de mil quilómetros de Tóquio. Será aqui, no Parque Sapporo Odori, que se correrá uma maratona num percurso em circuito, com uma volta grande de aproximadamente 21 quilómetros e duas pequenas com pouco mais de 10. Já a marcha, será bem mais exigente do ponto de vista mental: os 50 quilómetros serão feitos com 25 voltas num circuito de 2km, aos passo que os 20 serão num circuito de 1km. Tudo isto sempre na zona do Parque Sapporo Odori.

Modalidades
Atletismo (maratona e marcha)
MAKUHARI MESSE HALL
Enorme centro de convenções com mais de 200 mil metros quadrados, será o palco das provas de luta greco-romana e taekwondo (sala A) e de esgrima (sala B). Construído em 1989, está na zona de Chiba - a mais de 10 quilómetros da Aldeia Olímpica -, é um dos espaços multiusos mais conceituados do país, tendo já recebido concertos dos Red Hot Chili Peppers, Kylie Minogue, Lady Gaga e, mais recentemente, de Ariana Grande.

Modalidades
Luta greco-romana (sala A)
Taekwondo (Sala A)
Esgrima (sala B)
PRAIA DE TSURIGASAKI
Localizada na prefeitura de Chiba, a praia de Tsurigasaki será o palco das provas de surf, uma das modalidades em estreia nos Jogos Olímpicos e que nesta edição inaugural contará com a presença portuguesa de Frederico Morais, Teresa Bonvalot e Yolanda Sequeira. Conhecida pelas suas ondas de classe mundial, é uma das praias mais procuradas pelos entusiastas do surf.

Modalidades
Surf
SAITAMA SUPER ARENA
Localizado em Saitama, a cerca de 30 quilómetros de Tóquio, a Saitama Super Arena irá ser a casa do sempre entusiasmante torneio de basquetebol, tendo como grande cartão de visita o facto de ser o segundo pavilhão com maior lotação do Mundo, com capacidade para 36,500 espectadores, apenas atrás da Philippine Arena, que pode albergar 55 mil. Um atributo que, por conta da pandemia, não poderá ser 'utilizado', mas que não tirará brilho a um espaço que já foi palco de eventos de outras modalidades, como boxe, basquetebol, voleibol, ténis, hóquei no gelo ou MMA.

Modalidades
Basquetebol
CAMPO DE TIRO DE ASAKA
Foi palco das provas de tiro nos Jogos de 1964 e volta em 2021 a receber os eventos da modalidade. Não sendo um espaço exclusivo para provas deste género, a organização criou instalações provisórias para receber a elite do tiro mundial, isto num espaço que originalmente serve como base para a Força Terrestre de Autodefesa do Japão.

Modalidades
Tiro
KASUMIGASEKI COUNTRY CLUB
Aberto desde 1929, é um dos mais antigos e mais importantes campos de golfe do país e será a casa do torneio da modalidade nestes Jogos Olímpicos. Localizado nas Musashino Hills, é destacado pelo facto de o seu perfil enaltecer a importância de preservar e passar para as gerações futuras as tradições do golfe. O torneio olímpico será disputado no Campo Este, com 6,827 metros de extensão.

Modalidades
Golfe
ENOSHIMA YACHT HARBOUR
Tal como nos Jogos de 1964, esta pequena ilha (com sensivelmente 4 quilómetros) será também palco das provas de vela em 2021. Localizado na cidade de Fujisawa, na prefeitura de Kanagawa, foi o primeiro porto do país a ter as condições para receber provas de desporto aquáticas e será a partir daqui que dia após dias os velejadores partirão em busca das medalhas nas oito categorias em jogo.

Modalidades
Vela
VELÓDROMO IZU
Construído em 2011, foi o primeiro velódromo do país a ter uma pista com 250 metros, um requisito obrigatório para receber provas de ciclismo de pistas seguindo as regras da UCI. Com capacidade para 3600 espectadores, o Velódromo Izu será palco de uma modalidade na qual Portugal estará representado por Maria Martins.

Modalidades
Ciclismo de pista
CIRCUITO DE BTT DE IZU
Para lá da prova de ciclismo de pista, a zona de Izu receberá também a prova de BTT, num percurso com 4,1 quilómetros com um desnível de 150 metros. Há quem diga que é um dos melhores percurso de BTT da história dos Jogos e isso diz muito daquilo que se pode esperar deste evento, que contará com a presença, ali ao lado, mesmo que à distância, do Mt. Fuji.
 
Modalidades
Ciclismo (BTT)
FUJI INTERNATIONAL SPEEDWAY
Circuito que já recebeu por várias ocasiões o Grande Prémio de Fórmula 1 do Japão, mas também provas de resistência, o Fuji International Speedway será o palco da meta da prova de fundo do ciclismo e também a zona de partida e chegada do contrarrelógio (com 44 quilómetros). É aqui que João Almeida e Nelson Oliveira tentarão levar o nosso país à glória...

Modalidades
Ciclismo (prova de fundo e contrarrelógio)
ESTÁDIO FUKUSHIMA AZUMA
Casa dos Yokohama DeNA BayStars, será o palco de alguns dos jogos de basebol e de softball nestes Jogos Olímpicos. Está localizado em Fukushima, conta com quatro áreas no seu complexo (desportiva, natural, familiar e histórica) e tem lotação para 14,3 mil espectadores. Foi inaugurado em 1986, mas foi recentemente renovado para estes Jogos Olímpicos.

Modalidades
Basebol e softball
ESTÁDIO YOKOHAMA
Localizado na prefeitura de Kanagawa, foi inaugurado em 1978 e é o primeiro estádio japonês multiusos, já que para lá dos eventos desportivos (o basebol é rei), também já recebeu vários concertos. É a casa dos Yokohama DeNA BayStars desde então e nestes Jogos Olímpicos será palco de vários jogos dos torneios de basebol e softball, incluindo as duas finais de ambos os torneios. Tem lotação para 35 mil espectadores.

Modalidades
Basebal e softball
 
SAPPORO DOME
Construído em 2001, na altura para receber jogos do Mundial'2002, o Sapporo Dome será um dos estádios que receberá encontros do torneio de futebol olímpico. Tem capacidade para receber também jogos de basebol, tanto que é casa dos Hokkaido Nippon-Ham Fighters, isto para lá dos Hokkaido Consadole Sapporo. Tem lotação para pouco mais de 40 mil pessoas.

Modalidade: futebol
4 jogos no torneio masculino (todos da fase de grupos)
6 jogos no torneio feminino (todos da fase de grupos)
ESTÁDIO MIYAGI
Inaugurado em 2000, tendo em vista o Mundial'2002, é a casa do Sony Sendai FC e conta com uma lotação próxima dos 50 mil espectadores. Nestes Jogos Olímpicos receberá jogos da fase de grupos e ainda dos quartos-de-final. Conta com uma pista de atletismo em volta do relvado, o que lhe permite também receber eventos da modalidade para lá do futebol.

Modalidade: futebol
4 jogos no torneio masculino (3 na fase de grupos e 1 nos 'quartos')
6 jogos no torneio feminino (5 na fase de grupos, 1 nos 'quartos')
IBARAKI KASHIMA STADIUM
Tal como todos os outros estádios que vão receber o torneio de futebol, também o Ibaraki Kashima Stadium foi utilizado no Mundial'2002, mas a verdade é que foi inaugurado bem antes. Erguido em 1993, foi remodelado em 2001, conta com lotação para 40 mil espectadores e é a casa do Kashima Antlers.

Modalidade: futebol
6 jogos no torneio masculino (4 da fase de grupos, 1 nos 'quartos' e 1 nas 'meias')
5 jogos no torneio feminino (2 da fase de grupos, 1 nos 'quartos', 1 nas 'meias' e jogo da medalha de bronze)
ESTÁDIO SAITAMA
Também inaugurado tendo em vista o Mundial'2002, o Estádio Saitama é um dos maiores do continente asiático, com uma lotação acima dos 60 mil espectadores. É a casa dos Urawa Red Diamonds desde a sua inauguração, num período de dois recebeu jogos dos Omiya Ardija e até ao ano passado era igualmente o habitual reduto dos jogos da seleção japonesa.

Modalidade: futebol
7 jogos no torneio masculino (4 da fase de grupos, 1 nos 'quartos', 1 nas 'meias' e jogo da medalha de bronze)
4 jogos no torneio feminino (3 da fase de grupos e 1 nos 'quartos')
ESTÁDIO INTERNACIONAL DE YOKOHAMA
Inaugurado em 1998, é a casa dos Yokohama F. Marinos desde então e será o palco da final do torneio olímpico de futebol masculino. Foi também o reduto que recebeu a decisão do Mundial'2002 e também da Taça Intercontinental de 2004, que foi ganha pelo FC Porto. Aliás, entre 2002 e 2015 foi por várias vezes o palco escolhido para o este último torneio, tanto no formato anterior como no mais recente, enquanto Mundial de Clubes. Conta com uma lotação para 70 mil espectadores.

Modalidade: futebol
8 jogos no torneio masculino (6 na fase de grupos, 1 nos 'quartos' e final)
3 jogos no torneio feminino (1 na fase de grupos, 1 nos 'quartos' e 1 nas 'meias')

Textos e recolha de dados Fábio Lima | Fotografia Getty Images e Reuters | Grafismo Fábio Lima
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Tóquio 2020

Notícias