Célio Dias: «Volto às Construções Norte-Sul mas serei sempre do Benfica»

Judoca diz-se grato ao clube da Luz

• Foto: Pedro Ferreira

RECORD - Como foi a saída do Benfica, onde esteve desde 2013?
CD – Não houve uma separação, mas vou iniciar um novo ciclo. Estou profundamente grato ao Benfica por tudo o que fez por mim, enquanto atleta e como pessoa. Foi uma grande oportunidade para crescer e estou grato pelo apoio que tenho recebido de toda a família benfiquista. Sinto que vou ser sempre do Benfica. Isto não foi uma separação, mas sim um até já.

R - E qual o clube que vai representar nesta nova fase?
CD – Vou para as Construções Norte-Sul [no Feijó, Almada], onde me iniciei. É um regresso natural. Sempre tive muita confiança no treinador, Vítor Caetano. Será uma boa parceria e estou muito contente por voltar às minhas origens, à casa que me formou e deu muitas alegrias.

R - Quando voltará a combater?
CD – Espero regressar para o ano. Quero ficar completamente recuperado, melhorar o meu judo, pois cometia erros recorrentes. Fui aos Jogos Olímpicos, mas sinto que era um atleta imperfeito. Quero ser mais completo.

R -  Tóquio’2020 é objetivo?
CD – Sim, acho que irei a tempo. Tenho mais de um ano para me qualificar e é nesse período que os resultados nas provas são mais valiosos no ranking. *

Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Judo

Notícias

Notícias Mais Vistas