AlphaTauri perde quase dois milhões de euros por cada corrida não realizada

F1 deve começar em julho na Áustria

• Foto: Reuters

A suspensão da temporada de Fórmula 1 está a deixar as equipas à beira de um ataque de nervos e com graves consequências financeiras em mãos, principalmente as mais pequenas como a AlphaTauri. O diretor da equipa, Franz Tost, considera que será um "desastre económico" caso não se realize nenhuma prova e garante que por cada corrida adiada está a perder "entre 1,5 e 2 milhões de euros".

"Os contratos neste desporto são feitos de tal forma que perdemos a receita proporcional se corridas não forem disputadas. Se não corrermos um GP, isso custa entre 1,5 a dois milhões de euros", esclarece Franz Tost que considera que ainda será possível salvar o ano se a competição começar em julho com o Grande Prémio da Áustria: "Se começarmos a correr em julho, vamos sair desta situação apenas com um olho roxo. Mas se isso não acontecer, a situação ficará crítica. Se não tivermos F1 esse ano, será muito complicada, é obviamente um desastre económico". 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.