Barrichello não tem boas memórias de Michael Schumacher: «Nunca foi um piloto solidário»

Brasileiro foi companheiro de equipa do alemão na Ferrari entre 2000 e 2005

• Foto: Getty Images

O brasileiro Rubens Barrichello foi companheiro de equipa de Michael Schumacher entre 2000 e 2005 na Ferrari, mas não tem boas recordações do alemão, sobretudo no que toca ao companheirismo.

"Sempre fiz bons amigos e sempre tive boas relações com todos os meus companheiros de equipa. Com o Michael também, mas ele nunca foi solidário, nunca me ofereceu ajuda. Também nunca lhe perguntei nada! Há companheiros com quem se pode conversar, perguntar coisas, mas o Michael era diferente, trabalhava de outra forma", contou o antigo piloto no podecast 'Beyond the Grid'.

"Muitas vezes a equipa terminava a reunião com os dois pilotos e começava outra só com o Michael. Ele sentia que a equipa era dele", acrescentou o brasileiro, de 47 anos.

Barrichello considera que ajudou o alemão - que foi 7 vezes campeão do Mundo - a melhorar o seu estilo de condução. "Ele era muito bom nas curvas de alta velocidade, extremamente valente. Só que acho que nas curvas de baixa velocidade ele melhorou ao estudar como eu as fazia. Lembro-me que o Ross [Brawn] disse muitas vezes que ele precisava melhorar nisso e eu acho que ambos nos puxámos para outro nível. Foi bom e não era fácil fazer o Schumacher chegar a um novo nível."

Recorde-se que Michael Schumacher recupera de um grave problema de saúde depois de ter batido com a cabeça numa rocha quando esquiava nos Alpes franceses na companhia do filho.
 

6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.