Briatore: «Schumacher pensou em retirar-se após a morte de Ayrton Senna»

Antigo diretor desportivo da Benetton faz revelação

• Foto: Reuters

A Fórmula 1 seria diferente se Michael Schumacher tivesse seguido um pensamento que teve em 1994. Flavio Briatore, director desportivo da Benetton, a equipa a que pertencia o piloto alemão na altura, revelou que Schumacher esteve muito perto de desistir da carreira de piloto de alta velocidade após a dramática morte de Ayrton Senna.

"Michael Schumacher mudou depois da morte do Ayrton Senna. Ele pensou seriamente em retirar-se depois do que aconteceu. Felizmente para todos, ficou", revelou Briatore ao jornal alemão "Kölner Express".

O antigo diretor da Benetton explicou também porque decidiu contratar o jovem Schumacher naquele tempo. "Não tínhamos dinheiro para ir buscar um piloto campeão, uma estrela consolidada. Todos se riam de nós e então tivemos de ir buscar talento. Quando viram o Michael sentado no carro ficaram todos calados", contou Flavio Briatore.

Michael Schumacher é heptacampeão mundial de Fórmula 1.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.