Hamilton desportista europeu do ano pela segunda vez

Distinção das 26 agências de notícias da Europa

• Foto: Reuters

O piloto britânico Lewis Hamilton foi eleito pela segunda vez desportista europeu do ano pelas 26 agências de notícias da Europa que participaram na eleição promovida pela polaca PAP, cujos resultados foram revelados esta quinta-feira.

Em 2019, Hamilton, de 34 anos, que já tinha sido distinguido como o melhor desportista europeu em 2014, conquistou pela sexta vez o título mundial de Fórmula 1, o terceiro consecutivo, batendo o recorde de pontos conquistados numa temporada (413).

O britânico venceu a eleição com 151 pontos, mais 11 do que o tenista espanhol Rafael Nadal, líder do 'ranking' mundial e vencedor do US Open e de Roland Garros, e mais 75 do que o esquiador austríaco Marcel Hirscher, campeão do mundo de slalom e vice-campeão de slalom gigante em esqui alpino.

Em quarto lugar, com 71 pontos, ficou o tenista sérvio Novak Djokovic, que já venceu três vezes a votação, em 2011, 2015 e 2018.

Cristiano Ronaldo, avançado da Juventus, que, em 2016 e 2017, se tornou o primeiro português e único futebolista a ser distinguido com este prémio, não foi além do 18.º lugar, com 19 pontos, atrás do defesa holandês do Liverpool Virgil van Dijk, que foi sexto, com 61.

O título de desportista do ano para as agências de notícias da Europa é atribuído desde 1958.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.