Mónaco sem Grande Prémio: Prejuízo de 100 milhões de euros

Histórico circuito deveria receber este domingo a corrida cancelada pela pandemia

O emblemático Grande Prémio do Mónaco estava agendado para este domingo, só que a pandemia do novo coronavírus obrigou a que a corrida do Mundial fosse cancelada. Para além do impacto desportivo, a 'La Gazzetta dello Sport' refere que prejuízo financeiro estimado para a organização é de cerca de 100 milhões de euros neste fim-de-semana.

Segundo a publicação italiana, que se baseia nos valores apresentados num estudo de Instituto Monegasco de Estatísticas e Estudos Económicos, refere que cerca de 70 milhões de euros perfazem o valor total gasto pelo público durante os quatro dias de competição; mais 18 milhões para as unidades hoteleiras na região, bem como para a restauração; mais 10 milhões para o valor gasto em transportes, como viagens privadas de helicópteros) e a compra das habituais lembranças.

Para além destes números, há ainda verbas secundárias que não entram estas contas, relacionadas com custos da organização pagos pelos responsáveis do automobilismo local, que podem ascender aos 20 milhões de euros, que estão ligados à comunicação e marketing de promoção do evento, bem como os custos de manutenção da estrada e do circuito citadino.

Recorde-se que o Mundial de 2020 teve o seu início suspenso devido à pandemia, sendo provável que comece a 5 de julho, na Áustria.

Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.