Poucas mudanças no novo Ferrari

Marca italiana revelou monolugar para 2020, o SF1000

• Foto: Reuters

A Ferrari apresentou o monolugar para a temporada de 2020 de Fórmula 1, denominado de SF1000 - nome que celebra a realização do milésimo Grande Prémio da ‘scuderia’ durante esta época – e as diferenças para o modelo anterior são mínimas: o vermelho mate é mais vivo, pequenas alterações nas asas traseira e dianteira, barbatana de tubarão a tapar o motor, peça semelhante a chifres na entrada de ar do motor, inclusão das cores da bandeira italiana junto às entradas de ar laterais e os números com um preenchimento a branco mais carregado.

Sebastian Vettel, piloto alemão de 32 anos, e Charles Leclerc, monegasco de 22 anos, continuam a ser os pilotos que alimentam as esperanças dos ‘tifosi’ da marca do cavalo rampante em festejar títulos, algo que não sucede há mais de uma década. O último campeonato de construtores foi conquistado em 2008 e o último campeão ao serviço da Ferrari foi o finlandês Kimi Raikkonen, em 2007.

Enquanto os pilotos estão ansiosos para dar início aos testes, no fim de semana de 19 de fevereiro, no circuito da Catalunha, em Barcelona, Mattia Binotto, diretor da equipa, lança o repto: "Vai ser um ano fundamental para nós."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.