Andrea Iannone tem resposta para tudo

Foi o mais rápido nos treinos em Silverstone

• Foto: EPA
Já aconteceu um pouco de tudo a Andrea Iannone esta época. Primeiro foram as críticas, devido às culpas num acidente com o colega Andrea Dovizioso, na Argentina, que colocou as duas Ducati fora de prova. Depois, e ainda antes de se envolver em novo acidente, agora com Jorge Lorenzo, foi preterido na Ducati para 2017. A alcunha de ‘Maníaco’ diz muito sobre o que pensam do italiano no ‘paddock’...

Mas depois da tempestade vem a bonança e nas últimas quatro corridas Iannone, de 27 anos, respondeu com dois quintos lugares, um 8º e uma vitória, na penúltima prova do Mundial, na Áustria. E ontem foi o mais rápido nos treinos livres do MotoGP para o GP Grã-Bretanha, em Silverstone, deixando o espanhol Maverick Viñales, homem que vai substituir na Suzuki na próxima temporada, a três décimos.

A resposta não se ficou pela pista: a conferência do italiano foi um espetáculo à parte. Questionado se a Ducati poderá vencer num circuito como Silverstone, soltou as garras. "A Ducati sem piloto? Sozinha?", atirou com humor, para logo assegurar que a moto "está a funcionar muito bem", mas com a ajuda dos pilotos... "Vamos melhorando ambos, a moto e eu. Cada ano vou pilotando cada vez melhor aqui e o potencial é muito alto. O ‘feeling’ com a moto é perfeito", disse ainda.

O melhor (ou pior) viria depois. Quando um jornalista grego lhe perguntou se o seu estado de graça se devia a uma passagem pela paradisíaca ilha helénica de Santorini, Iannone levantou-se e disse "adeus", antes de lançar um "que idiotice...". Uma resposta à ‘Maníaco’.
Por Lídia Paralta Gomes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas