GP Catalunha: Miguel Oliveira acaba em 12.º em corrida atribulada

Catalão Marc Márquez vence em casa beneficiando das quedas de vários dos principais rivais

13h42 - FINAL DA CORRIDA. Depois de ter visto o irmão Álex a vencer em Moto2, o catalão Marc Márquez (Honda) vence em casa beneficiando das quedas de vários dos principais rivais. Já Miguel Oliveira acabou em 12.º, numa prova em que só terminaram 13 pilotos. O jovem francês Fabio Quartararo (Yamaha) termina em 2.º lugar e o italiano Danilo Petrucci (Ducati) completa o pódio. Na classificação do Mundial, Marc Márquez reforça a liderança, enquanto Miguel Oliveira soma mais 4 pontos para um total de 12.

13h39 - Última volta e tudo igual...

13h37 - Duas voltas para o fim: Fabio Quartararo tenta aproximar-se de Marc Márquez, mas sem grande sucesso. Oliveira mantém o 12º posto.

13h32 - Faltam cinco voltas. Márquez segue rumo a mais uma provável vitória, enquanto Miguel Oliveira sobe a 12.º após nova queda: desta vez foi Cal Crutchlow. Já só há 13 pilotos em pista...

13h30 - Alex Rins esteve perto de se tornar mais uma vítima numa corrida cheia de quedas, mas acabou por evitar o pior. Porém, o espanhol desceu vários lugares, para 7.º.

13h27 - Faltam oito voltas para o fim e Miguel Oliveira sobe a 13.º na sequência do abandono do italiano Franco Morbidelli, vítima de nova queda.

13h23 - Onze voltas para o fim e Miguel Oliveira segue em 14.º. Na frente, Marc Márquez lidera destacado, enquanto Danilo Petrucci já foi ultrapassado por Alex Rins, agora o 2.º, à frente do italiano e de Fabio Quartararo.

13h19 - Oliveira mantém a posição com 13 voltas para terminar.

13h18 - Miguel Oliveira volta a trocar de posições com Sylvain Guintoli. O português da KTM é 14.º a 14 voltas do fim.
13h16 - Guintoli ultrapassa Miguel Oliveira e o português roda agora em 15.º, com 15 voltas para o final. O piloto da KTM passou por um calafrio quando foi obrigado a sair da trajetória mas evitou a queda e continua na corrida aos pontos.

13h13 - Miguel Oliveira sobe mais uma posição: já está em 14.º. Fora da corrida está já o companheiro de equipa do português, o malaio Hafizh Syahrin.

13h09 - Com 18 voltas por cumprir, Oliveira segue em 15.º lugar. O italiano Francesco Bagnaia também caiu e o português já está em posição de pontuar... Na frente, Márquez abre um confortável vantagem sobre Petrucci.

13h06 - Com três voltas cumpridas, Marc Márquez lidera, enquanto Miguel Oliveira sobe ao 16º lugar, fruto dos abandonos.

13h03 - Márquez assume a liderança após a queda de quatro pilotos, incluindo Dovizioso, Lorenzo, Rossi e Viñales. Quatro potenciais candidatos ao pódio estão fora. Tudo começou com a queda de Lorenzo, que depois 'varre' os restantes pilotos...

13h02 - Andrea Dovizioso arrancou muito bem e assume a liderança ao fim da primeira volta, à frente de Viñales e Marc Márquez. Miguel Oliveira caiu uma posição

13h00 - PARTIDA para a primeira das 24 voltas.

12h57 - Os motores começam a fazer-se ouvir na grelha. Os pilotos largam para a volta de aquecimento...

12h55 - Ordem para desimpedir a pista. A corrida arranca dentro de momentos...

12h40 - Os pilotos largaram das boxes e começam a forma a grelha de partida. Recorde-se que Miguel Oliveira e a sua KTM largam da 20.ª posição. O francês Fabio Quartararo sai da pole position, à frente do pentacampeão mundial (e anfitrião) Marc Márquez.

12h30 - Miguel Oliveira e os restantes pilotos de MotoGP ultimam os preparativos para a corrida, que tem início previsto para as 13 horas de Portugal continental.

12h05 - Após registar a 3.ª vitória seguida no Mundial de Moto2, Álex Márquez subiu à liderança do campeonato, ultrapassando o italiano Lorenzo Baldassarri. A correr em casa (é natural de Cervera, um localidade a pouco mais de 100 km do circuito de Montmeló), o catalão levou a delírio os milhares de adeptos presentes.

11h59 - Depois de uma vitória espanhola em Moto3, repete-se o cenário em Moto2: Álex Márquez, irmão mais novo de Marc (o campeão de MotoGP) impõe-se na Catalunha, superando o suíço Thomas Luthi e o compatriota Jorge Navarro.

11h14 - O espanhol Marcos Ramirez ganhou a corrida de Moto3. O também espanhol Arón Canet foi segundo e o italiano Celestino Vietti completou o pódio. Na classificação do Mundial, Arón Canet aumentou a vantagem na liderança, com 103 pontos, mais 23 do que o 2.º, o italiano Lorenzo Dalla Porta, que não terminou a corrida de hoje.



10h00 - No warm up desta manhã Miguel Oliveira foi 21.º. Fabio Quartararo foi o mais rápido.



- A corrida será disputada ao longo de 24 voltas ao traçado. 111 km no total.

- A pista de Barcelona tem 4,6 km, 6 curvas para a esquerda e 8 para a direita. A reta mais longa mede 1047 metros.

- Fabio Quartararo conquistou a pole position - a segunda da carreira em MotoGP. Superou o campeão mundial Marc Márquez por 0,015 segundos e tem hoje a oportunidade de ‘roubar’ ao espanhol o recorde de vencedor mais jovem no MotoGP.

- Maverick Viñales foi o 3º mais rápido na qualificação, no entanto, acabou castigado com o recuo de três posições por quase ter provocado um choque com Quartararo no final da qualificação. O espanhol já agradecia o apoio dos adeptos, quando francês quase bateu nele a fundo. O problema foi sanado na pista, com um cumprimento entre ambos, mas Viñales não escapou à punição.

- Com 8 pontos esta temporada, o português espera pontuar novamente nesta 7ª etapa do Mundial, apesar de admitir as dificuldades. "Vai ser uma corrida dura, com muito calor. Vai ser importante saber preservar os pneus até ao final e gerir a aderência. As quatro KTM estão separadas por quatro décimas, não está a ser um fim de semana fácil, mas estamos a dar o nosso melhor, como sempre, e amanhã [hoje] vai ser uma corrida positiva", acrescentou.

- O jovem piloto de Almada, de 24 anos, superou - como habitualmente – o companheiro de equipa Hafizh Syahrin e ficou a apenas 0,3 segundos do espanhol Pol Espargaró, o melhor piloto da equipa oficial da KTM, numa qualificação dominada pelo também ‘rookie’ francês Fabio Quartararo (Yamaha), que fez menos 1,332 segundos do que Miguel Oliveira.

- "Foi um dia complicado, com todos os pilotos muito próximos. Do 3º até ao 20º há apenas um segundo de diferença. A distância para o primeiro não é muita e isso é positivo. Neste momento, este resultado reflete um pouco a nossa realidade", lembrou Miguel, sublinhando que, apesar de se sentir "muito bem", não deu para mais. 

- O português tem boas recordações do Circuito da Catalunha. Foi ali que conseguiu o primeiro pódio em corridas do Mundial, em Moto3. Desde então passaram sete anos e o piloto da KTM Tech3 integra agora a elite. Naturalmente, as ambições para a corrida de hoje são bem diferentes. Mas mesmo que não tenha conseguido melhor do que o 20º posto na qualificação, os resultados são encorajadores. 

- Bom dia, seja bem-vindo à corrida de MotoGP do GP Catalunha, 7.ª prova do Mundial de velocidade, com a participação de Miguel Oliveira.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias