Miguel Oliveira: «Demos passos positivos com a mota em relação à velocidade, mas não foi o suficiente»

Português da KTM esperançado depois de saber que vai partilhar do 13º lugar da grelha no GP de Inglaterra

• Foto: Reuters
O piloto português Miguel Oliveira (KTM) disse este sábado estar "esperançado" para a corrida de domingo do Grande Prémio de Inglaterra de MotoGP, onde espera terminar "o mais perto possível dos cinco primeiros".


Em declarações difundidas pela equipa KTM após a sessão de qualificação deste sábado, em que o piloto natural de Almada garantiu o 13.º lugar da grelha, Miguel Oliveira admitiu que foi "um dia estranho". "Foi um dia estranho, porque demos passos positivos com a mota em relação à velocidade, mas não foi o suficiente", explicou Miguel Oliveira.

O piloto luso explicou que tem de "usar mais tração para fazer a mota virar [nas curvas] e isso é um aspeto" em que tem de melhorar, especialmente em Inglaterra.

Miguel Oliveira disse ainda ter ficado "contente com o ritmo na quarta sessão de treinos livres [em que foi o quarto mais rápido], apesar de o facto de sair da quinta linha da grelha constituir um desafio".

Ainda assim, mostra-se "esperançado" num bom resultado. "Acho que podemos sair-nos bem. Quero chegar o mais perto possível dos cinco primeiros", concluiu.

O piloto luso chega a esta 12.ª ronda no 10.º lugar do campeonato, com 75 pontos, a 97 do comandante, o francês Fábio Quartararo (Yamaha), que vai partir do quarto lugar da grelha.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias