Miguel Oliveira e o GP de Portugal sem público: «Notícia triste, mas um pouco esperada»

Piloto português de MotoGP fala nas "decisões do Governo que teremos de respeitar"

• Foto: Getty Images

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) considerou esta sexta-feira ser "uma notícia triste" a possível ausência de público no Grande Prémio de Portugal de Motociclismo, previsto para o Autódromo Internacional do Algarve, de 16 a 18 de abril.

"É uma notícia triste, mas um pouco esperada", disse o piloto português, em resposta à Agência Lusa, à margem da assinatura do acordo de renovação de patrocínio com a empresa Cofidis.

O piloto de Almada considerou mesmo que "é de lamentar a falta de público num evento tão prestigiado como o MotoGP".

"São as decisões do Governo que teremos de respeitar", concluiu Miguel Oliveira.

O Expresso noticia hoje que uma fonte do Governo deu conta ao jornal que, até ao fim deste período de desconfinamento, eventos como o Grande Prémio de MotoGP ou de Fórmula 1 e a I Liga "não terão público".

Já o GP de Portugal de 2020, realizado 22 de novembro, não teve público nas bancadas do circuito de Portimão.

Na altura, Miguel Oliveira brilhou ao conquistar a 'pole position' e a vitória, a segunda na sua carreira na categoria rainha do Mundial de Velocidade de motociclismo, naquela que foi a última prova da temporada.

Por Lusa
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.