Miguel Oliveira mostra bom ritmo nos testes de Misano: «Voltei à minha rapidez normal»

Red Bull KTM Tech3 prepara arranque da época no circuito italiano

• Foto: Instagram

Miguel Oliveira terá sido o piloto mais rápido no segundo dia de três dias testes privados que estão a decorrer no circuito italiano de Misano. Por se tratar de treinos que não são oficiais não são divulgados tempos, mas o site 'crash.net' assegura que o português da Red Bull KTM Tech3 fez a melhor volta, em 1.32,9 minutos. Não teve, todavia, acesso aos tempos de Iker Lecuona e Brad Binder.

O português retirou 0,1 segundos ao tempo que Pol Espagaró (KTM) realizou na véspera.

Recorde-se que Miguel e o seu novo companheiro de equipa, Iker Lecuona, têm este ano as mesmas especificações na moto que os pilotos da equipa de fábrica, Pol Espargaró e Brad Binder. 

O italiano Michele Pirro, numa Ducati, foi o segundo mais rápido, mas a duas décimas de segundo do português, que em 2019 fez a sua melhor volta de qualificação em 1.34,162.

"Continuámos o progresso tanto nos tempos por volta, como no trabalho que começámos ontem. A nível de afinações, experimentámos soluções diferentes que nos permitissem ganhar velocidade. Fechamos estes dois dias com sensações muito positivas", começou por dizer Miguel Oliveira.

Depois de três meses de paragem, o piloto de Almada admite que estes dois dias de testes permitiram aumentar os índices de confiança antes do arranque do Campeonato, em 19 de julho, em Jerez de la Frontera, em Espanha.

"É um grande privilégio andar em Misano antes de começar o campeonato, o que nos permite entrar na primeira corrida com outra confiança. Da minha parte, voltei à minha rapidez normal com grande velocidade. A equipa ficou contente, eu também", sublinhou.

Esta bateria de testes continua na quinta-feira, mas o piloto português já não irá estar em pista.

Recorde-se que estes são testes privados em que não participam as equipas da Yamaha e da Honda e em que a Ducati fez alinhar os seus pilotos de Superbikes, Scott Redding e Chaz Davies, e o piloto de testes Michele Pirro. A Suzuki alinhou com o piloto de testes Sylvain Guintoli e a Aprilia com os dois titulares, Aleix Espargaró e Bradley Smith, mais o piloto de testes Lorenzo Salvadori.
 

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0