Sébastien Ogier à espera de alguma chuva e da conversa com... André Villas-Boas

Piloto francês vai abrir a estrada no Rali de Portugal, esta sexta-feira, e espera ter uma ajuda dos céus

• Foto: DR/Arquivo
Sébastien Ogier, campeão do Mundo em título e atual líder do Mundial de Ralis (WRC), será o primeiro a ir para a estrada esta sexta-feira, para as primeiras oito especiais de classificação do Rali de Portugal. O francês da Toyota sabe a missão difícil que lhe espera, mas conta receber uma ajuda do clima, pois a humidade e eventual precipitação podem ajudar a minimizar as possíveis perdas inerentes à tarefa de abrir a estrada em ralis de terra.

"Creio que as chuvas recentes permitiram à organização deixar os troços mais compactos. As especiais do primeiro dia pareceram fantásticas durante os reconhecimentos. Aparentemente menos gravilha solta em relação há dois anos, por isso ver essas condições dão-me alguma esperança, mas também sei que após um ou dois dias de sol o piso seca rapidamente e muda um pouco", começou por dizer, em declarações a Record.

"Mesmo que o piso possa ser mais compacto do que há dois anos, será sempre desafiador abrir a estrada, por isso temos de esperar para ver. As nossas últimas avaliações climatéricas dizem que ainda haverá algumas nuvens na sexta-feira. Mesmo uns pequenos chuviscos vão ajudar-me imenso, então eu ainda tenho os dedos cruzados à espera disso", admitiu Ogier.

E é por isso que o experiente piloto, de 37 anos, aborda a candidatura à vitória neste rali com cautela. "Claro que a vitória seria excelente. Seria o melhor que podíamos alcançar, mas sabemos que temos um trabalho muito duro pela frente. Abrir a estrada é sempre difícil na gravilha. Vamos ver o que podemos fazer", disse, abordando a possibilidade de desempatar o recorde de 5 vitórias em Portugal com Markku Alen. "É bom ver essas estratísticas, mas a verdade é que o meu maior objetivo é ganhar o campeonato e, nesse sentido, tenho de ganhar o rali e isso já é suficientemente motivador para mim", frisou Sébastien Ogier.

Contente por ver Villas-Boas em ação

Confesso adepto do Marselha, Ogier está ansioso por poder conversar com André Villas-Boas, ex-treinador da equipa francesa, durante os dias de competição. "Ele fez um trabalho muito bom no Marselha. Tive oportunidade de estar com ele há dois anos aqui no Rali. Mas é bom vê-lo a participar e espero ter a oportunidade de conversar com ele e perceber o que ele sente antes do arranque da competição. Sei que ele é um grande admirador dos desportos motorizados, pelo que é muito bom tê-lo connosco", acrescentou Ogier.
Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Ralis

Notícias

Notícias Mais Vistas