Luxo e requinte: conheça o novo Mercedes-Maybach Classe S

Limusina supera em sofisticação e tecnologia o já muito bem equipado Mercedes Classe S

Apenas algumas semanas após a apresentação oficial do novo Classe S, a Mercedes avançou esta quinta-feira com a sofisticada (e luxuosa) variante assinada Maybach.

A nova geração do Mercedes Classe S já estava repleta de inovações mas agora o "Rolls-Royce" da marca germânica cresceu ainda mais de tamanho, ganhando um visual mais impactante na estrada. 

A distância entre eixos aumentou 180 mm em relação à versão longa do "irmão" menos requintado, para uns compridos 3.996 mm. 

O comprimento passa a ser de 5.469 mm, com 1.921 mm de largura por 1.510 mm de altura. 

E, como todos os modelos desta categoria, há imensos opções para personalizar a limusina a preceito, a começar pela pintura em dois tons que demora uma semana a ser concluída. 

Requinte, muito requinte

Quem fica a ganhar com o espaço alargado do Mercedes-Maybach Classe S são os ocupantes dos bancos traseiros, iluminados por 253 luzes LED individuais para criar o melhor ambiente. 

Ficam quase isolados num espaço próprio com climatização personalizada, próprio de uma limusina concebida para ser conduzida por um chauffeur de libré vestido, que pode abrir ou fechar as portas traseiras por via eléctrica.

As duas poltronas individuais Executive incorporam uma nova função de massagem, podendo ser inclinados até um ângulo de 43,5°. 

Os passageiros podem ajustar o assento, o encosto e o apoio para as pernas, criando uma superfície reclinável contínua para dormir ou ajustá-lo quase na vertical para trabalhar. 

Há também um sistema de compensação activa de ruído, que envia sinais sonoros antifásicos para abafar o barulho do exterior antes que haja a hipótese de incomodar os passageiros.

Outro detalhe precioso são os extensores dos cintos de segurança, que surgem assim que o Assistente de Interior do MBUX reconhece um movimento de mão, interpretando-o como a intenção de o alcançar. 

O mesmo MBUX também "lê" os gestos dos ocupantes para accionarem a persiana das janelas ou ligarem as luzes de leitura, ou mesmo ligar um foco luminoso para ajudá-los a ver melhor uma área mais escura.

E, para que nunca falte o champanhe à temperatura ideal, para brindar o sucesso de um negócio, o mini-frigorífico instalado entre os bancos traseiros pode ser regulado entre 1° e 7° C. 

Três motorizações à escolha

Há três motores a acelerar o Mercedes-Maybach Classe S, dependendo do mercado a que se dirige. 

O chinês revela-se, neste campo, como um dos mais importantes para a marca germânica, com as vendas mensais a situarem-se entre as 600 e 700 unidades.

A gama é composta pelo S580 4Matic, alimentado por um V8 biturbo de 4.0 litros com 503 cv e 700 Nm, a que se somam mais 21 cv dados pelo sistema mild-hybrid de 48 volt. 

Acima deste propulsor está a variante S680 4Matic mild-hybrid de 48 V, equipado com um bloco V12 biturbo de 6.0 litros com uma potência de 612 cv. 

Ambos os motores dispõem da caixa automática 9G-Tronic de nove relações. 

Um motor de seis cilindros em linha e uma variante híbrida plug-in associada a esse mesmo propulsor também estão previstos para complementar a gama. 

Ainda mais tecnologia

Se o Mercedes Classe S já estava carregado com as tecnologias de assistência à condução mais evoluídas do momento, o Mercedes-Maybach Classe S elevou-as a um patamar superior. 

O sistema de infoentretenimento MBUX compreende cinco ecrãs OLED, com um painel de instrumentos digital de 12,8 polegadas separado do ecrã táctil central com a mesma dimensão. 

A consola central comporta ainda uma tela de sete polegadas, enquanto na parte de trás dos bancos dianteiros estão dois ecrãs de 11,6 polegadas. 

Quanto aos sistemas auxiliares à condução, o Maybach supera os que equipam o Classe S. 

Mantém-se o eixo traseiro direccionável, bem eficaz a reduzir em quase dois metros o ângulo de viragem para uma limusina destas dimensões, e os faróis LED com projecção de informação adicional sobre a estrada. 

Destaca-se, no entanto, o sistema Pre-Safe Impulse Side que, quando em risco de colisão, a suspensão pneumática eleva lateralmente o carro até uma altura de 80 mm. 

Significa isso que a força do impacto fica mais limitado ao acontecer sob a carroçaria, onde ela é mais resistente, aumentando a possibilidade de sobrevivência dos ocupantes. 

E, no caso de uma colisão frontal, entra em acção o airbag traseiro – são agora 18 os que equipam a limusina – para reduzir os riscos de lesões na cabeça e no pescoço. 

Na segunda metade de 2021, está prevista a entrada do sistema de condução autónoma de nível 3, permitindo ao condutor tirar as mãos do volante em situações de tráfego urbano intenso ou em circulação em auto-estrada. 

Embora sem data de lançamento ou de preços revelados, o Mercedes-Maybach Classe S deverá chegar ao mercado no início do próximo ano. 

China, Coreia do Sul, Rússia, Estados Unidos e Alemanha serão os países preferenciais para acolher a limusina de luxo. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Auto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.