Nissan 370Z de Paul Walker é o mais caro de sempre em leilão

Este exemplar, de 2009, rendeu 105.600 mil dólares (o equivalente a 95.190 mil euros)

O Nissan 370Z que pertencia à colecção privada de Paul Walker e que foi conduzido pela personagem de Gal Gadot no quinto filme da saga "Velocidade Furiosa" tornou-se no 370Z mais caro de sempre alguma vez vendido em leilão.

Este exemplar, de 2009, rendeu 105.600 mil dólares (o equivalente a 95.190 mil euros) no último leilão da Barrett-Jackson e tornou-se no mais recente bólide da saga "Fast and Furious" a ser vendido por um valor acima dos 100 mil dólares.

Recorde-se que quando apareceu nas telas, este 370Z usava um "kit" de carroçaria diferente e tinha jantes pretas e um capot em fibra de carbono. Para o seu grande papel no cinema este Nissan contava ainda com um "kit" turbo falso e com as famosas garrafas de NOS atrás dos bancos.

Quanto à mecânica, nada de novo e isso são boas notícias, já que este exemplar mantém a configuração original de fábrica, detalhe que ajudou a valorizar este conjunto. Debaixo do capot encontramos um motor V6 de 3.7 litros naturalmente aspirado que produz 344 cv de potência e que permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,2 segundos.

Dentro do habitáculo encontramos o mesmo volante de encaixe que foi usado no exemplar do filme, mas agora conta com um conjunto de bancos de competição da Recaro.

É difícil justificar o preço que foi pago por este modelo, sobretudo porque ainda há pouco tempo era possível comprar um exemplar novo por um preço a rondar os 70 mil euros. Mas não deixa de ser um carro com história no cinema e que pertenceu a Paul Walker, conhecido por ser um amante de velocidade e por ser dono de uma colecção muito respeitável de automóveis.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Auto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.