Novo concessionário da Bugatti em Paris não está aberto ao público

Para o visitar é necessário marcar a visita com antecedência

A Bugatti sempre foi sinónimo de luxo, algo que foi acentuado nos anos mais recentes da fabricante francesa, sobretudo com o lançamento do Veyron e, mais tarde, do Chiron (e todas as suas variantes). Será, por isso, de esperar que os concessionários da marca da Alsácia sejam lugares únicos e de enorme requinte, quase como se de pequenos museus da marca se tratassem.

O exemplo mais recente disso é o concessionário que a Bugatti abriu em Paris, mas que não está aberto ao público. Sim, isso mesmo! Este espaço da marca em Paris tem como objectivo vender entre duas a três unidades por ano, mas está encerrado ao público.

Para lá entrar é necessário marcar a visita com antecedência, para que possa ver de perto os cantos de um dos stands mais prestigiados do mundo. Mas não pense que vai encontrar muitas coisas em comum com os stands mais convencionais. Aqui não se falam de preços nem de facilidades de pagamento, muito menos se marcam "test drives", até porque o Chiron que está em exposição neste espaço já está vendido.

Para testar um Bugatti terá que viajar até Molsheim, ao castelo Saint-Jean (ver galeria), a casa pessoal de Ettore Bugatti, comprada e restaurada pelo Grupo Volkswagen. É lá que são recebidos os potenciais clientes da marca, que podem passar várias horas a criar o Chiron dos seus sonhos!

Com este novo concessionário de Paris a Bugatti passa a contar com 35 espaços oficiais em todo o mundo, sendo que só existem quatro países com mais do que um "stand" da marca: nos Estados Unidos existem 14 concessionários da Bugatti, na Alemanha existem quatro, na Suíça três e no Canadá dois.

Autor: Aquela Máquina

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Auto

BMW IX, cognome o (tão) desejado

A partir de agora, o construtor bávaro volta a ter um modelo 100% elétrico para combater o “inimigo americano” (Tesla) e o “inimigo do costume” (Mercedes, através da sua nova divisão elétrica EQ)

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.