Polícia investiga estrela de futebol australiano que furou quarentena para surfar

Nat Fyfe está em apuros com as autoridades após “escapadinha” a Margaret River

Chama-se Nat Fyfe e é famoso na Austrália por ser uma das estrelas da Liga de Futebol Australiano, também conhecido como Aussie Rules, um desporto idêntico ao râguebi. No entanto, nos últimos dias tornou-se notícia na Austrália não pelos seus feitos desportivos, mas por ter furado a quarentena imposta no Oeste australiano para… ir surfar em Margaret River.

Natural do Oeste australiano, Fyfe é também um amante de surf desde há algum tempo. Ao que tudo indica, o jogador não terá resistido à tentação e decidiu dar uma escapadinha até uma das ondas desta famosa da região. Fyfe não foi apanhado pelas autoridades a quebrar as regras, mas está a ser levada a cabo uma investigação depois de algumas queixas.

As praias do Oeste australiano estão interditas e o surf não é permitido naquela zona. Isto porque a Austrália tem gerido estas restrições por zonas, havendo cada vez menos sítios onde surfar com distanciamento ainda é possível. Dessa forma, Nat Fyfe pode estar agora em problemas com a justiça.

Os meios de comunicação australianos deram conta do caso, referindo que se for considerado culpado o jogador, de 28 anos, pode incorrer numa multa de 1000 dólares australianos. Fyfe já se defendeu, garantindo que estava apenas a praticar exercício físico, quando foi visto em Gas Bay, uma praia de Margaret River.

Contudo, as autoridades locais não parecem convencidas e prometem levar a investigação avante. "A não ser que sejas um surfista profissional, surfar não é uma atividade essencial", atirou Chris Dawson, comissário da polícia local. Já o presidente do Oeste australiano, Mark McGowan, referiu que esta "não foi uma boa ideia" por parte de Nat Fyfe.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.