Djokovic assume ser contra as vacinas: «Se for obrigatório terei de tomar uma decisão...»

Tenista sérvio diz enfrentar problemática devido à pandemia de coronavírus

Novak Djokovic admitiu, numa videoconferência em direto com outros atletas sérvios, ser contra a vacinação e que, para já, não está disposto a abrir qualquer exceção.

"Pessoalmente, sou contra a vacinação. E não gostava de ser obrigado por alguém a vacinar-me para poder viajar para determinado lugar", afirmou o tenista sérvio, número 1 do Mundo.

"Se a vacina for obrigatória, o que vou fazer? Terei de tomar uma decisão. Tenho as minhas próprias opiniões sobre este assunto e se a ideia que tenho vai ou não mudar com o tempo, não sei. Se a nossa época competitiva recomeçar no verão, o que acho pouco provável, é possível que uma vacina seja obrigatória para nós atletas, mas a verdade é que ainda não há nenhuma", referiu Djokovic perante esta problemática, na sequência da pandemia da Covid-19, que já fez mais de 165 mil mortos em todo o Mundo.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.