Gastão Elias sentiu-se "meio perdido" frente a Popyrin

Tenista afastado do Estoril Open na ronda inaugural

O tenista português Gastão Elias lamentou este sábado a derrota frente ao australiano Alexei Popyrin, na ronda inaugural do 'qualifying' do Estoril Open, a decorrer no Clube de Ténis do Estoril, onde se sentiu "meio perdido".

"Senti que, quando comecei a jogar, o encontro acabou. No primeiro 'set', andei meio perdido, estava um bocadinho nervoso e não sentia bem a bola. Custou-me a entrar no encontro e os pontos do fundo do 'court' caíram todos para o lado dele, que jogou muito defensivo e curto", começou por explicar o jogador da Lourinhã, após o desaire diante Popyrin, por 7-5 e 7-6 (7-5).

Apesar de lamentar a despedida precoce do torneio ATP 250, Gastão Elias, 307.º colocado no 'ranking' mundial, reconhece ter facilitado "muito o jogo ao adversário", de 19 anos e número 114 ATP.

"No segundo 'set', senti-me mais confortável. Mas tive algumas dificuldades em responder ao serviço e, se tivesse respondido um bocadinho melhor, o encontro podia ter corrido de outra forma", frisou Elias.

Embora afastado da luta pelo acesso ao quadro principal, o número quatro nacional vai jogar a competição de pares ao lado de Pedro Sousa, à semelhança do sucedido em 2018. O primeiro encontro dos dois será diante Ben McLachlan e Matew Middelkoop, segundos cabeças de série.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.