Marat Safin acredita que a pandemia é uma conspiração e que Bill Gates está envolvido

Antigo n.º 1 do ténis diz que objetivo é introduzir nanochips para controlar as pessoas

• Foto: Reuters

O antigo número 1 do ténis, Marat Safin acredita numa teoria da conspiração sobre o coronavírus, cujo objetivo é colocar microchips nas pessoas.

Numa conversa com o diário russo 'Sports' através do Instagram, o antigo tenista refere que esta situação "já estava preparada", recordando que "em 2015, Bill Gates falou sobre uma pandemia, que o próximo inimigo era um vírus, não uma guerra nuclear".

Marat Safin diz mesmo que o fundador da Microsoft, que alertou o mundo para a necessidade de se preparar para uma pandemia de dimensão mundial, sabia de tudo e que o 5G é parte da conspiração: "A rede 5G começa porquê? Para introduzir nanochips. Vejam o que está a acontecer ao nosso redor. As pessoas estão em pânico, tudo está como deveria ser. Acho que é situação preparada, que nem tudo o que está a ser dito é verdade, mas as pessoas acreditam nas histórias de horror que a televisão mostra."

Safin acredita mesmo que esta é a fórmula encontrada para dominar a humanidade. "Está tudo destinado para que as pessoas sejam vacinadas com micro-chips", afirma, acrescentando: "creio que existem homens mais poderosos do que todos esses líderes, Trump, Putin, Merkel... Homens que realmente administram dinheiro, donos do mundo, que assim podem fazer o que quiserem."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0