Tenista norte-americana processa ex-treinador: «Tocou em praticamente todo o corpo...»

Kylie McKenzie revela que os constantes episódios a levaram a sofrer "ataques de pânico, ansiedade e depressão"

• Foto: Instagram/Kylie McKenzie
Kylie McKenzie, tenista norte-americana de 23 anos, revelou que irá abrir um processo contra o seu antigo treinador Anibal Aranda por assédio sexual.

Robert Allard, advogado de McKenzie e que acompanhou a tenista numa conferência de imprensa, acusou a Associação de Ténis dos Estados Unidos da América (USTA) de saber que Aranda tinha antecedentes de assédio.

"Tocou em praticamente todo o corpo de Kylie enquanto alegava que se tratavam de novas técnicas de treino. Depois de semanas de assédio, ela afastou-se dele o mais rapidamente que conseguiu", explicou Allard.

McKenzie afirmou que os constantes episódios a levaram a sofrer "ataques de pânico, ansiedade e depressão". "Cresci dentro do sistema da USTA e confiava neles. Esperava que levassem tudo isto mais a sério, mas enganei-me".

Segundo a 'Marca', a denúncia da norte-americana levou outra vítima a denunciar o ex-treinador por toques em partes íntimas em 2015, num "clube noturno em Nova Iorque".

O porta-voz da USTA, Widmaier, já reagiu ao sucedido em comunicado, garantindo que todas as denúncias são "tratadas com absoluta seriedade e urgência. O infrator foi suspenso no mesmo dia em que a informação foi recebida e desde então não pode frequentar as instalações ou qualquer evento patrocinado pela organização".
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas