Nuno Abrantes: «Não diria que foi um milagre vencermos, mas era algo improvável»

Treinador da Fonte do Bastardo elogiou coesão do grupo

• Foto: Ricardo Jr
Recém-chegado aos Açores para orientar a Fonte do Bastardo, Nuno Abrantes arrancou a época da melhor forma, já que a sua equipa bateu o Benfica na Supetaça. No final do jogo, o técnico não escondeu o orgulho pela conquista.

"Não diria que foi um milagre vencermos este troféu, mas, face às circunstâncias, era algo improvável. O truque foi acreditarmos, depois entrámos confiantes e o jogo correu-nos de feição. O Benfica não foi muito pressionante no serviço, pelo menos comparado com anos anteriores. Deu-nos algum conforto face ao que estávamos à espera, conseguimos assentar o nosso jogo e fazer um jogo mais rápido. É muito cedo para dizer que é mérito do trabalho, isto apesar de haver trabalho. É impossível pensar em coisas a médio prazo e já termos rendimento à data de hoje, mas o grupo é coeso. Estivemos muito bem e isto motiva-nos ainda mais a trabalhar", explicou.
Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas