O onze-tipo de Jorge Jesus no novo Benfica

Guarda-redes: Vlachodimos (4 jogos como titular) - O guarda-redes é, para já, indiscutível
Defesa-direito: Gilberto (3 jogos como titular) - O reforço brasileiro até já marca e leva vantagem sobre André Almeida (1 jogo)
Central: Rúben Dias (4 jogos como titular)
Central: Vertonghen (2 jogos como titular) - Chegou mais tarde mas já ganhou o lugar, como seria esperado.
Defesa-esquerdo: Nuno Tavares (2 jogos como titular) - Com Grimaldo lesionado, o jovem assume-se para já. Gabriel também já foi opção para este lugar, assim como Cervi
Médio-centro: Weigl (3 jogos como titular)
Médio-centro: Taarabt (2 jogos como titular) - o marroquino parece levar vantagem como segundo médio. Pizzi também fez dois jogos de início nesta posição
Extremo-direito: Waldschmidt (3 jogos como titular): atuou uma vez na direita e outras duas no apoio ao ponta de lança. Nesta posição de extremo-direito, Pedrinho, Pizzi e Rafa também já foram titulares
Extremo-esquerdo: Rafa (2 jogos como titular): Fez um jogo no apoio ao ponta de lança e outro na esquerda. Cervi e Everton Cebolinha também foram usados de início como extremo-esquerdo
Segundo avançado: Pizzi (4 jogos como titular) - sempre opção de início mas em lugares distintos, fosse como médio-centro (2), médio-direito ou no apoio ao avançado. Jesus pretende dar liberdade ao português
Avançado-centro: Seferovic (2 jogos como titular) - Nesta altura o suíço leva vantagem sobre Vinícius, enquanto não chega o ponta de lança de créditos firmados no futebol europeu
Guarda-redes: Vlachodimos (4 jogos como titular) - O guarda-redes é, para já, indiscutível
Defesa-direito: Gilberto (3 jogos como titular) - O reforço brasileiro até já marca e leva vantagem sobre André Almeida (1 jogo)
Central: Rúben Dias (4 jogos como titular)
Central: Vertonghen (2 jogos como titular) - Chegou mais tarde mas já ganhou o lugar, como seria esperado.
Defesa-esquerdo: Nuno Tavares (2 jogos como titular) - Com Grimaldo lesionado, o jovem assume-se para já. Gabriel também já foi opção para este lugar, assim como Cervi
Médio-centro: Weigl (3 jogos como titular)
Médio-centro: Taarabt (2 jogos como titular) - o marroquino parece levar vantagem como segundo médio. Pizzi também fez dois jogos de início nesta posição
Extremo-direito: Waldschmidt (3 jogos como titular): atuou uma vez na direita e outras duas no apoio ao ponta de lança. Nesta posição de extremo-direito, Pedrinho, Pizzi e Rafa também já foram titulares
Extremo-esquerdo: Rafa (2 jogos como titular): Fez um jogo no apoio ao ponta de lança e outro na esquerda. Cervi e Everton Cebolinha também foram usados de início como extremo-esquerdo
Segundo avançado: Pizzi (4 jogos como titular) - sempre opção de início mas em lugares distintos, fosse como médio-centro (2), médio-direito ou no apoio ao avançado. Jesus pretende dar liberdade ao português
Avançado-centro: Seferovic (2 jogos como titular) - Nesta altura o suíço leva vantagem sobre Vinícius, enquanto não chega o ponta de lança de créditos firmados no futebol europeu
Guarda-redes: Vlachodimos (4 jogos como titular) - O guarda-redes é, para já, indiscutível
Defesa-direito: Gilberto (3 jogos como titular) - O reforço brasileiro até já marca e leva vantagem sobre André Almeida (1 jogo)
Central: Rúben Dias (4 jogos como titular)
Central: Vertonghen (2 jogos como titular) - Chegou mais tarde mas já ganhou o lugar, como seria esperado.
Defesa-esquerdo: Nuno Tavares (2 jogos como titular) - Com Grimaldo lesionado, o jovem assume-se para já. Gabriel também já foi opção para este lugar, assim como Cervi
Médio-centro: Weigl (3 jogos como titular)
Médio-centro: Taarabt (2 jogos como titular) - o marroquino parece levar vantagem como segundo médio. Pizzi também fez dois jogos de início nesta posição
Extremo-direito: Waldschmidt (3 jogos como titular): atuou uma vez na direita e outras duas no apoio ao ponta de lança. Nesta posição de extremo-direito, Pedrinho, Pizzi e Rafa também já foram titulares
Extremo-esquerdo: Rafa (2 jogos como titular): Fez um jogo no apoio ao ponta de lança e outro na esquerda. Cervi e Everton Cebolinha também foram usados de início como extremo-esquerdo
Segundo avançado: Pizzi (4 jogos como titular) - sempre opção de início mas em lugares distintos, fosse como médio-centro (2), médio-direito ou no apoio ao avançado. Jesus pretende dar liberdade ao português
Avançado-centro: Seferovic (2 jogos como titular) - Nesta altura o suíço leva vantagem sobre Vinícius, enquanto não chega o ponta de lança de créditos firmados no futebol europeu
Já com quatro encontros de preparação disputados (equipa B, Estoril, Belenenses SAD e Farense), vão sendo conhecidas as ideias de Jorge Jesus para este Benfica. Com base no número de jogos disputados de início - e também naquilo que são as opções do técnico -, este pode ser considerado o onze-base de JJ nesta altura, quando ainda estão para chegar mais reforços.
58
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
58
Deixe o seu comentário

Mais Vistas

Benfica

Fotogalerias

Peru

Internacional

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.