Grandes europeus abaixo do esperado e alguns nomes sonantes em perigo

MANCHESTER CITY - A recente derrota caseira diante do Wolverhampton de Nuno confirmou um início de Premier League abaixo do esperado, com dois desaires e um empate em apenas oito jornadas. E o Liverpool já a 8 pontos...
Pep Guardiola - Apesar de algumas críticas, o lugar do espanhol no City não está em risco, pois acumulou crédito mais do que suficiente, nomeadamente no último ano
TOTTENHAM - O vice-campeão europeu começou muito mal a época. Ocupa o 9.º lugar da Premier League (11 pontos em 8 jornadas) e está em último no seu grupo da Champions. A goleada sofrida em casa (2-7) diante do Bayern e a derrota pesada (3-0) com o Brighton adensaram o cenário negro.
Mauricio Pochettino - Pela primeira vez em cinco anos nos spurs, o seu lugar foi posto em causa. Construiu uma história bonita no clube mas o desempenho recente pode levar mesmo à sua saída
MANCHESTER UNITED - Não há meio de o United regressar ao topo do futebol inglês, de onde há muito está arredado. Esta época é 12.º na Premier, com apenas 2 vitórias em 8 jogos. E na Europa empatou com o AZ Alkmaar
Ole Gunnar Solskjaer será, deste lote, aquele que tem o lugar mais ameaçado. A derrota com o Newcastle este fim de semana aumentou as dúvidas sobre a continuidade do norueguês em Old Trafford.
AC MILAN - Outro histórico em dificuldades há muito tempo. Nos tempos que correm, luta pela Europa na Serie A, onde neste momento ocupa o 13.º lugar (3 vitórias e 4 derrotas). O triunfo em Génova este fim de semana apenas abrandou a hemorragia...
Marco Giampaolo continua a ver o despedimento no horizonte e em Itália já se fala até em substitutos (Luciano Spalletti e Stefano Piolo)
NÁPOLES - Tem alternado excelentes resultados (vitória sobre o Liverpool) com deslizes inesperados (empates com Genk e Torino e derrota caseira com Brescia). Está em 4.º na Serie A, a 6 pontos da líder Juventus
Carlo Ancelotti continua seguro no comando do Nápoles, onde chegou na temporada passada
EVERTON - Apesar do forte investimento, está em antepenúltimo lugar na Premier League, nos lugares de despromoção. Apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.
O triunfo na Taça da Liga inglesa sobre o Sheffield afastou um pouco as nuvens que pairavam sobre Marco Silva. Mas a contestação dos adeptos continua e, se não melhorar, o cenário do despedimento poderá ser contemplado
B. DORTMUND - O vice-campeão alemão não ganha há três jogos na Bundesliga e caiu para 8.º. Só a grande competitividade que tem existido nesta edição do campeonato alemão impede que a distância para o topo (4 pontos) seja maior. Tem cumprido na Champions num grupo com Barcelona e Inter
Na sua segunda época no Borussia, o título alemão é o objetivo para Lucien Favre. Segundo o 'Bild', o clube mantém a confiança no treinador
MONACO - Depois do desastre com Thierry Henry, o Monaco resgatou Leonardo Jardim para recolocar o clube no rumo certo. Tirou os monegascos da despromoção em 2018/19 mas esta época o cenário não está famoso, mesmo com uma equipa reforçada. Está em 16.º com 9 jornadas decorridas
Leonardo Jardim tem muitos créditos no Principado, não só pelo título francês em 2016/17 como também pela forma como evitou a despromoção na época passada. Agora, porém, o cenário não está fácil e em setembro uma das claques chegou mesmo a pedir a sua saída
ATLÉTICO MADRID - Reforçou-se muito para esta época, com João Félix à cabeça, mas tem denotado alguma inconsistência, nomeadamente no ataque, onde escasseiam os golos. É terceiro na Liga Espanhola e na Champions leva 4 pontos, portanto não existem preocupações nesta matéria mas sim a nível exibicional.
Diego Simeone é rei e senhor no Atlético, logo o seu lugar não está em causa. Mas exige-se que a equipa melhore e volte à forma da pré-época.
MANCHESTER CITY - A recente derrota caseira diante do Wolverhampton de Nuno confirmou um início de Premier League abaixo do esperado, com dois desaires e um empate em apenas oito jornadas. E o Liverpool já a 8 pontos...
Pep Guardiola - Apesar de algumas críticas, o lugar do espanhol no City não está em risco, pois acumulou crédito mais do que suficiente, nomeadamente no último ano
TOTTENHAM - O vice-campeão europeu começou muito mal a época. Ocupa o 9.º lugar da Premier League (11 pontos em 8 jornadas) e está em último no seu grupo da Champions. A goleada sofrida em casa (2-7) diante do Bayern e a derrota pesada (3-0) com o Brighton adensaram o cenário negro.
Mauricio Pochettino - Pela primeira vez em cinco anos nos spurs, o seu lugar foi posto em causa. Construiu uma história bonita no clube mas o desempenho recente pode levar mesmo à sua saída
MANCHESTER UNITED - Não há meio de o United regressar ao topo do futebol inglês, de onde há muito está arredado. Esta época é 12.º na Premier, com apenas 2 vitórias em 8 jogos. E na Europa empatou com o AZ Alkmaar
Ole Gunnar Solskjaer será, deste lote, aquele que tem o lugar mais ameaçado. A derrota com o Newcastle este fim de semana aumentou as dúvidas sobre a continuidade do norueguês em Old Trafford.
AC MILAN - Outro histórico em dificuldades há muito tempo. Nos tempos que correm, luta pela Europa na Serie A, onde neste momento ocupa o 13.º lugar (3 vitórias e 4 derrotas). O triunfo em Génova este fim de semana apenas abrandou a hemorragia...
Marco Giampaolo continua a ver o despedimento no horizonte e em Itália já se fala até em substitutos (Luciano Spalletti e Stefano Piolo)
NÁPOLES - Tem alternado excelentes resultados (vitória sobre o Liverpool) com deslizes inesperados (empates com Genk e Torino e derrota caseira com Brescia). Está em 4.º na Serie A, a 6 pontos da líder Juventus
Carlo Ancelotti continua seguro no comando do Nápoles, onde chegou na temporada passada
EVERTON - Apesar do forte investimento, está em antepenúltimo lugar na Premier League, nos lugares de despromoção. Apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.
O triunfo na Taça da Liga inglesa sobre o Sheffield afastou um pouco as nuvens que pairavam sobre Marco Silva. Mas a contestação dos adeptos continua e, se não melhorar, o cenário do despedimento poderá ser contemplado
B. DORTMUND - O vice-campeão alemão não ganha há três jogos na Bundesliga e caiu para 8.º. Só a grande competitividade que tem existido nesta edição do campeonato alemão impede que a distância para o topo (4 pontos) seja maior. Tem cumprido na Champions num grupo com Barcelona e Inter
Na sua segunda época no Borussia, o título alemão é o objetivo para Lucien Favre. Segundo o 'Bild', o clube mantém a confiança no treinador
MONACO - Depois do desastre com Thierry Henry, o Monaco resgatou Leonardo Jardim para recolocar o clube no rumo certo. Tirou os monegascos da despromoção em 2018/19 mas esta época o cenário não está famoso, mesmo com uma equipa reforçada. Está em 16.º com 9 jornadas decorridas
Leonardo Jardim tem muitos créditos no Principado, não só pelo título francês em 2016/17 como também pela forma como evitou a despromoção na época passada. Agora, porém, o cenário não está fácil e em setembro uma das claques chegou mesmo a pedir a sua saída
ATLÉTICO MADRID - Reforçou-se muito para esta época, com João Félix à cabeça, mas tem denotado alguma inconsistência, nomeadamente no ataque, onde escasseiam os golos. É terceiro na Liga Espanhola e na Champions leva 4 pontos, portanto não existem preocupações nesta matéria mas sim a nível exibicional.
Diego Simeone é rei e senhor no Atlético, logo o seu lugar não está em causa. Mas exige-se que a equipa melhore e volte à forma da pré-época.
MANCHESTER CITY - A recente derrota caseira diante do Wolverhampton de Nuno confirmou um início de Premier League abaixo do esperado, com dois desaires e um empate em apenas oito jornadas. E o Liverpool já a 8 pontos...
Pep Guardiola - Apesar de algumas críticas, o lugar do espanhol no City não está em risco, pois acumulou crédito mais do que suficiente, nomeadamente no último ano
TOTTENHAM - O vice-campeão europeu começou muito mal a época. Ocupa o 9.º lugar da Premier League (11 pontos em 8 jornadas) e está em último no seu grupo da Champions. A goleada sofrida em casa (2-7) diante do Bayern e a derrota pesada (3-0) com o Brighton adensaram o cenário negro.
Mauricio Pochettino - Pela primeira vez em cinco anos nos spurs, o seu lugar foi posto em causa. Construiu uma história bonita no clube mas o desempenho recente pode levar mesmo à sua saída
MANCHESTER UNITED - Não há meio de o United regressar ao topo do futebol inglês, de onde há muito está arredado. Esta época é 12.º na Premier, com apenas 2 vitórias em 8 jogos. E na Europa empatou com o AZ Alkmaar
Ole Gunnar Solskjaer será, deste lote, aquele que tem o lugar mais ameaçado. A derrota com o Newcastle este fim de semana aumentou as dúvidas sobre a continuidade do norueguês em Old Trafford.
AC MILAN - Outro histórico em dificuldades há muito tempo. Nos tempos que correm, luta pela Europa na Serie A, onde neste momento ocupa o 13.º lugar (3 vitórias e 4 derrotas). O triunfo em Génova este fim de semana apenas abrandou a hemorragia...
Marco Giampaolo continua a ver o despedimento no horizonte e em Itália já se fala até em substitutos (Luciano Spalletti e Stefano Piolo)
NÁPOLES - Tem alternado excelentes resultados (vitória sobre o Liverpool) com deslizes inesperados (empates com Genk e Torino e derrota caseira com Brescia). Está em 4.º na Serie A, a 6 pontos da líder Juventus
Carlo Ancelotti continua seguro no comando do Nápoles, onde chegou na temporada passada
EVERTON - Apesar do forte investimento, está em antepenúltimo lugar na Premier League, nos lugares de despromoção. Apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.
O triunfo na Taça da Liga inglesa sobre o Sheffield afastou um pouco as nuvens que pairavam sobre Marco Silva. Mas a contestação dos adeptos continua e, se não melhorar, o cenário do despedimento poderá ser contemplado
B. DORTMUND - O vice-campeão alemão não ganha há três jogos na Bundesliga e caiu para 8.º. Só a grande competitividade que tem existido nesta edição do campeonato alemão impede que a distância para o topo (4 pontos) seja maior. Tem cumprido na Champions num grupo com Barcelona e Inter
Na sua segunda época no Borussia, o título alemão é o objetivo para Lucien Favre. Segundo o 'Bild', o clube mantém a confiança no treinador
MONACO - Depois do desastre com Thierry Henry, o Monaco resgatou Leonardo Jardim para recolocar o clube no rumo certo. Tirou os monegascos da despromoção em 2018/19 mas esta época o cenário não está famoso, mesmo com uma equipa reforçada. Está em 16.º com 9 jornadas decorridas
Leonardo Jardim tem muitos créditos no Principado, não só pelo título francês em 2016/17 como também pela forma como evitou a despromoção na época passada. Agora, porém, o cenário não está fácil e em setembro uma das claques chegou mesmo a pedir a sua saída
ATLÉTICO MADRID - Reforçou-se muito para esta época, com João Félix à cabeça, mas tem denotado alguma inconsistência, nomeadamente no ataque, onde escasseiam os golos. É terceiro na Liga Espanhola e na Champions leva 4 pontos, portanto não existem preocupações nesta matéria mas sim a nível exibicional.
Diego Simeone é rei e senhor no Atlético, logo o seu lugar não está em causa. Mas exige-se que a equipa melhore e volte à forma da pré-época.
Com os campeonatos interrompidos para seleções - começam a jogar já na quarta-feira -, é possível fazer um pequeno balanço do que tem acontecido nas cinco principais ligas europeias (Inglaterra, Espanha, França, Alemanha e Itália), onde se constatam alguns históricos e grandes europeus abaixo do esperado. E já com alguns treinadores na corda bamba...
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.