O que fizeram as 10 contratações mais caras da história do Barcelona?

André Gomes (37 milhões de euros): O internacional português realizou uma grande campanha ao serviço do Valencia, o que convenceu o clube catalão a abrir os cordões à bola. Acabou por não cumprir as expectativas e admitiu que o seu baixo rendimento o afetou psicologicamente. Está neste momento cedido ao Everton
Marc Overmars (40 milhões de euros): Foi contratado ao Arsenal em 2000, com o Barcelona a investir grande parte dos lucros feitos com a venda de Luís Figo ao Real Madrid na sua contratação. O extremo holandês nunca cumpriu o potencial que se lhe apontava, tendo marcado 19 golos em 141 partidas
David Villa (40 milhões de euros): Vestiu as cores do Barcelona durante três temporadas e, apesar de algumas dificuldades, sempre se destacou. Marcou 48 golos em 119 partidas e conquistou uma Liga dos Campeões, além de dois campeonatos. Representa atualmente os japoneses do Vissel Kobe
Paulinho (40 milhões de euros): Foi uma contratação inesperada por parte do Barcelona, mas surpreendeu com golos e uma grande capacidade de liderança. Regressou à China após uma temporada num negócio lucrativo para os blaugrana
Malcom (41 milhões de euros): Com um pé na Roma no verão de 2018, acabou por se transferir para Camp Nou proveniente do Bordéus. Há um ano em Espanha e com pouca utilização, ainda não provou os milhões nele investidos
Zlatan Ibrahimovic (69,5 milhões de euros): Num dos negócios mais badalados de 2010, trocou o Inter Milão pelo Barcelona e viu Samuel Eto'o fazer o caminho inverso. Nunca cumpriu totalmente as expectativas e não tinha uma relação saudável com Pep Guardiola. Ainda assim, teve um papel importante na conquista do título e decidiu um clássico frente ao Real Madrid
Luis Suárez (81,7 milhões de euros): Um dos melhores avançados de sempre a envergar a camisola do Barcelona. Contratado ao Liverpool em 2014, leva 172 golos em 237 jogos e, juntamente com Messi, 'dá pesadelos' às defesas adversárias
Neymar (88,2 milhões de euros): Justificou o investimento feito por ele e dominou a frente de ataque dos catalães ao lado de Messi e Suárez. Tinha tudo para ser o herdeiro do craque argentino mas queria mais protagonismo e mudou-se para o PSG, protagonizando a transferência mais cara de sempre
Ousmane Dembélé (105 milhões de euros): Tem sido atormentado por algumas lesões mas 'encanta' sempre que está em forma, sendo um jogador determinante. Com algumas exibições de gala esta temporada já conquistou o carinho dos adeptos
Philippe Coutinho (120 milhões de euros): A contratação mais cara de sempre da história do clube culé tem demorado a impor-se. Conta com pouco mais de um ano ao serviço do Barcelona e os dirigentes do clube espanhol já procuram uma 'saída' de maneira a recuperarem o grande investimento feito no jogador brasileiro
André Gomes (37 milhões de euros): O internacional português realizou uma grande campanha ao serviço do Valencia, o que convenceu o clube catalão a abrir os cordões à bola. Acabou por não cumprir as expectativas e admitiu que o seu baixo rendimento o afetou psicologicamente. Está neste momento cedido ao Everton
Marc Overmars (40 milhões de euros): Foi contratado ao Arsenal em 2000, com o Barcelona a investir grande parte dos lucros feitos com a venda de Luís Figo ao Real Madrid na sua contratação. O extremo holandês nunca cumpriu o potencial que se lhe apontava, tendo marcado 19 golos em 141 partidas
David Villa (40 milhões de euros): Vestiu as cores do Barcelona durante três temporadas e, apesar de algumas dificuldades, sempre se destacou. Marcou 48 golos em 119 partidas e conquistou uma Liga dos Campeões, além de dois campeonatos. Representa atualmente os japoneses do Vissel Kobe
Paulinho (40 milhões de euros): Foi uma contratação inesperada por parte do Barcelona, mas surpreendeu com golos e uma grande capacidade de liderança. Regressou à China após uma temporada num negócio lucrativo para os blaugrana
Malcom (41 milhões de euros): Com um pé na Roma no verão de 2018, acabou por se transferir para Camp Nou proveniente do Bordéus. Há um ano em Espanha e com pouca utilização, ainda não provou os milhões nele investidos
Zlatan Ibrahimovic (69,5 milhões de euros): Num dos negócios mais badalados de 2010, trocou o Inter Milão pelo Barcelona e viu Samuel Eto'o fazer o caminho inverso. Nunca cumpriu totalmente as expectativas e não tinha uma relação saudável com Pep Guardiola. Ainda assim, teve um papel importante na conquista do título e decidiu um clássico frente ao Real Madrid
Luis Suárez (81,7 milhões de euros): Um dos melhores avançados de sempre a envergar a camisola do Barcelona. Contratado ao Liverpool em 2014, leva 172 golos em 237 jogos e, juntamente com Messi, 'dá pesadelos' às defesas adversárias
Neymar (88,2 milhões de euros): Justificou o investimento feito por ele e dominou a frente de ataque dos catalães ao lado de Messi e Suárez. Tinha tudo para ser o herdeiro do craque argentino mas queria mais protagonismo e mudou-se para o PSG, protagonizando a transferência mais cara de sempre
Ousmane Dembélé (105 milhões de euros): Tem sido atormentado por algumas lesões mas 'encanta' sempre que está em forma, sendo um jogador determinante. Com algumas exibições de gala esta temporada já conquistou o carinho dos adeptos
Philippe Coutinho (120 milhões de euros): A contratação mais cara de sempre da história do clube culé tem demorado a impor-se. Conta com pouco mais de um ano ao serviço do Barcelona e os dirigentes do clube espanhol já procuram uma 'saída' de maneira a recuperarem o grande investimento feito no jogador brasileiro
André Gomes (37 milhões de euros): O internacional português realizou uma grande campanha ao serviço do Valencia, o que convenceu o clube catalão a abrir os cordões à bola. Acabou por não cumprir as expectativas e admitiu que o seu baixo rendimento o afetou psicologicamente. Está neste momento cedido ao Everton
Marc Overmars (40 milhões de euros): Foi contratado ao Arsenal em 2000, com o Barcelona a investir grande parte dos lucros feitos com a venda de Luís Figo ao Real Madrid na sua contratação. O extremo holandês nunca cumpriu o potencial que se lhe apontava, tendo marcado 19 golos em 141 partidas
David Villa (40 milhões de euros): Vestiu as cores do Barcelona durante três temporadas e, apesar de algumas dificuldades, sempre se destacou. Marcou 48 golos em 119 partidas e conquistou uma Liga dos Campeões, além de dois campeonatos. Representa atualmente os japoneses do Vissel Kobe
Paulinho (40 milhões de euros): Foi uma contratação inesperada por parte do Barcelona, mas surpreendeu com golos e uma grande capacidade de liderança. Regressou à China após uma temporada num negócio lucrativo para os blaugrana
Malcom (41 milhões de euros): Com um pé na Roma no verão de 2018, acabou por se transferir para Camp Nou proveniente do Bordéus. Há um ano em Espanha e com pouca utilização, ainda não provou os milhões nele investidos
Zlatan Ibrahimovic (69,5 milhões de euros): Num dos negócios mais badalados de 2010, trocou o Inter Milão pelo Barcelona e viu Samuel Eto'o fazer o caminho inverso. Nunca cumpriu totalmente as expectativas e não tinha uma relação saudável com Pep Guardiola. Ainda assim, teve um papel importante na conquista do título e decidiu um clássico frente ao Real Madrid
Luis Suárez (81,7 milhões de euros): Um dos melhores avançados de sempre a envergar a camisola do Barcelona. Contratado ao Liverpool em 2014, leva 172 golos em 237 jogos e, juntamente com Messi, 'dá pesadelos' às defesas adversárias
Neymar (88,2 milhões de euros): Justificou o investimento feito por ele e dominou a frente de ataque dos catalães ao lado de Messi e Suárez. Tinha tudo para ser o herdeiro do craque argentino mas queria mais protagonismo e mudou-se para o PSG, protagonizando a transferência mais cara de sempre
Ousmane Dembélé (105 milhões de euros): Tem sido atormentado por algumas lesões mas 'encanta' sempre que está em forma, sendo um jogador determinante. Com algumas exibições de gala esta temporada já conquistou o carinho dos adeptos
Philippe Coutinho (120 milhões de euros): A contratação mais cara de sempre da história do clube culé tem demorado a impor-se. Conta com pouco mais de um ano ao serviço do Barcelona e os dirigentes do clube espanhol já procuram uma 'saída' de maneira a recuperarem o grande investimento feito no jogador brasileiro
O Barcelona tem investido fortemente na sua equipa ao longos do últimos anos, de maneira a contar com muitas das maiores estrelas do futebol mundial nas suas fileiras. Algumas das aquisições mostraram-se acertadas, com os jogadores a cumprirem as expectativas, outras nem por isso. A 'Marca' fez a compilação das 10 contratações mais caras da história do clube blaugrana, que conta com a presença de um português.

(Fontes: Reuters, USA TODAY Sports, Pedro Ferreira)
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias