Os estádios com os nomes mais estranhos do Mundo

Arnold Schwarzenegger Stadium, atualmente conhecido por UPC Arena (SK Sturm Graz e Grazer AK) - O reconhecimento do famoso ator e antigo governador norte-americano mereceu o nome de um dos estádios da cidade de Graz, na Áustria, país que viu Schwarzenegger.
Dick's Sporting Goods Park (Colorado Rapids) - O nome escolhido pode não ter sido o mais feliz, mas a verdade é que o Colorado Rapids lucrou com o negócio de naming do seu próprio estádio, nome esse que pertence à rede de lojas 'Dick's', fundada em 1948 nos Estados Unidos da América.
Hunky Dorys Park (Drogheda United) - Depois da conquista do campeonato irlandês em 2007, o clube entrou em dívidas e acabou mesmo por ir à falência. Entretanto, o clube acabou por surgir das cinzas graças a um investimento de... uma empresa de batatas fritas.
The C&G Systems Stadium (Dumbarton Football Club) - Mais um caso de puro negócio de naming. Contudo, refira-se que este não é um dos nomes mais esquisitos pelo qual este recinto, do quarto clube mais antigo da Escócia, já foi conhecido: 'BetButler', 'Seguro Direto Mais Barato' ou até mesmo... 'The Your Radio 103FM'.
Middelfart Stadium (Dinamarca) - Um dos nomes mais engraçados desta lista. De acordo com alguns rumores, diz-se que o naming do estádio refere-se a um antigo banqueiro de renome dinamarquês, de seu nome Fanny Middelfart.
Gay Meadow (Shrewsbury) - Sem querer meter questões homossexuais ao barulho, este será certamente um dos nomes mais curiosos que aqui apresentamos. A origem? Bem, essa permanece desconhecida até aos dias de hoje. Convém ainda ressalvar que este já não é o recinto do Shrewsbury, que agora joga no Montgomery Waters Meadow.
KitKat Crescent (York City) - Um patrocínio da Nestlé deu, entre 2005 e 2010, este nome a este recinto com capacidade para pouco mais de 8 mil pessoas e que serve de casa para o York City e a equipa de râguebi York City Knights. Atualmente, o recinto é conhecido por Bootham Crescent.
Molineux (Wolverhampton) - Habitualmente confundido com a marca de pequenos eletrodomésticos 'Moulinex', o nome do estádio que serve de casa a muitos portugueses (Nuno Espírito Santo, Rui Patrício, Rúben Neves, Diogo Jota, João Moutinho, entre outros) teve origem em Benjamin Molineux, um comerciante de Midlands, que em meados do século XVIII comprou o terreno onde está situado o recinto.
Tony Macaroni Arena (Livingston) - E quando uma rede de restaurantes italianos dá nome a um estádio? Pois bem, o resultado é este. E convenhamos... não poderia ser mais engraçado.
Le Coq Arena (FC Flora Tallinn) - É conhecido por ser o maior estádio de futebol da Estónia, apesar de ter capacidade para apenas 14. 336 adeptos. Contudo, não podemos deixar passar o nome curioso que tem...
Arnold Schwarzenegger Stadium, atualmente conhecido por UPC Arena (SK Sturm Graz e Grazer AK) - O reconhecimento do famoso ator e antigo governador norte-americano mereceu o nome de um dos estádios da cidade de Graz, na Áustria, país que viu Schwarzenegger.
Dick's Sporting Goods Park (Colorado Rapids) - O nome escolhido pode não ter sido o mais feliz, mas a verdade é que o Colorado Rapids lucrou com o negócio de naming do seu próprio estádio, nome esse que pertence à rede de lojas 'Dick's', fundada em 1948 nos Estados Unidos da América.
Hunky Dorys Park (Drogheda United) - Depois da conquista do campeonato irlandês em 2007, o clube entrou em dívidas e acabou mesmo por ir à falência. Entretanto, o clube acabou por surgir das cinzas graças a um investimento de... uma empresa de batatas fritas.
The C&G Systems Stadium (Dumbarton Football Club) - Mais um caso de puro negócio de naming. Contudo, refira-se que este não é um dos nomes mais esquisitos pelo qual este recinto, do quarto clube mais antigo da Escócia, já foi conhecido: 'BetButler', 'Seguro Direto Mais Barato' ou até mesmo... 'The Your Radio 103FM'.
Middelfart Stadium (Dinamarca) - Um dos nomes mais engraçados desta lista. De acordo com alguns rumores, diz-se que o naming do estádio refere-se a um antigo banqueiro de renome dinamarquês, de seu nome Fanny Middelfart.
Gay Meadow (Shrewsbury) - Sem querer meter questões homossexuais ao barulho, este será certamente um dos nomes mais curiosos que aqui apresentamos. A origem? Bem, essa permanece desconhecida até aos dias de hoje. Convém ainda ressalvar que este já não é o recinto do Shrewsbury, que agora joga no Montgomery Waters Meadow.
KitKat Crescent (York City) - Um patrocínio da Nestlé deu, entre 2005 e 2010, este nome a este recinto com capacidade para pouco mais de 8 mil pessoas e que serve de casa para o York City e a equipa de râguebi York City Knights. Atualmente, o recinto é conhecido por Bootham Crescent.
Molineux (Wolverhampton) - Habitualmente confundido com a marca de pequenos eletrodomésticos 'Moulinex', o nome do estádio que serve de casa a muitos portugueses (Nuno Espírito Santo, Rui Patrício, Rúben Neves, Diogo Jota, João Moutinho, entre outros) teve origem em Benjamin Molineux, um comerciante de Midlands, que em meados do século XVIII comprou o terreno onde está situado o recinto.
Tony Macaroni Arena (Livingston) - E quando uma rede de restaurantes italianos dá nome a um estádio? Pois bem, o resultado é este. E convenhamos... não poderia ser mais engraçado.
Le Coq Arena (FC Flora Tallinn) - É conhecido por ser o maior estádio de futebol da Estónia, apesar de ter capacidade para apenas 14. 336 adeptos. Contudo, não podemos deixar passar o nome curioso que tem...
Arnold Schwarzenegger Stadium, atualmente conhecido por UPC Arena (SK Sturm Graz e Grazer AK) - O reconhecimento do famoso ator e antigo governador norte-americano mereceu o nome de um dos estádios da cidade de Graz, na Áustria, país que viu Schwarzenegger.
Dick's Sporting Goods Park (Colorado Rapids) - O nome escolhido pode não ter sido o mais feliz, mas a verdade é que o Colorado Rapids lucrou com o negócio de naming do seu próprio estádio, nome esse que pertence à rede de lojas 'Dick's', fundada em 1948 nos Estados Unidos da América.
Hunky Dorys Park (Drogheda United) - Depois da conquista do campeonato irlandês em 2007, o clube entrou em dívidas e acabou mesmo por ir à falência. Entretanto, o clube acabou por surgir das cinzas graças a um investimento de... uma empresa de batatas fritas.
The C&G Systems Stadium (Dumbarton Football Club) - Mais um caso de puro negócio de naming. Contudo, refira-se que este não é um dos nomes mais esquisitos pelo qual este recinto, do quarto clube mais antigo da Escócia, já foi conhecido: 'BetButler', 'Seguro Direto Mais Barato' ou até mesmo... 'The Your Radio 103FM'.
Middelfart Stadium (Dinamarca) - Um dos nomes mais engraçados desta lista. De acordo com alguns rumores, diz-se que o naming do estádio refere-se a um antigo banqueiro de renome dinamarquês, de seu nome Fanny Middelfart.
Gay Meadow (Shrewsbury) - Sem querer meter questões homossexuais ao barulho, este será certamente um dos nomes mais curiosos que aqui apresentamos. A origem? Bem, essa permanece desconhecida até aos dias de hoje. Convém ainda ressalvar que este já não é o recinto do Shrewsbury, que agora joga no Montgomery Waters Meadow.
KitKat Crescent (York City) - Um patrocínio da Nestlé deu, entre 2005 e 2010, este nome a este recinto com capacidade para pouco mais de 8 mil pessoas e que serve de casa para o York City e a equipa de râguebi York City Knights. Atualmente, o recinto é conhecido por Bootham Crescent.
Molineux (Wolverhampton) - Habitualmente confundido com a marca de pequenos eletrodomésticos 'Moulinex', o nome do estádio que serve de casa a muitos portugueses (Nuno Espírito Santo, Rui Patrício, Rúben Neves, Diogo Jota, João Moutinho, entre outros) teve origem em Benjamin Molineux, um comerciante de Midlands, que em meados do século XVIII comprou o terreno onde está situado o recinto.
Tony Macaroni Arena (Livingston) - E quando uma rede de restaurantes italianos dá nome a um estádio? Pois bem, o resultado é este. E convenhamos... não poderia ser mais engraçado.
Le Coq Arena (FC Flora Tallinn) - É conhecido por ser o maior estádio de futebol da Estónia, apesar de ter capacidade para apenas 14. 336 adeptos. Contudo, não podemos deixar passar o nome curioso que tem...
Dar um nome ao um estádio de futebol pode ser, muitas vezes, uma tarefa difícil. Contudo, com o passar do tempo o 'naming' atribuído a um recinto desportivo surge, cada vez mais, de contratos financeiramente vantajosos para os clubes. Numa lista com (muito provavelmente) os 10 estádios com os nomes mais estranhos do Mundo temos de tudo, desde nomes inspirados em cadeias de restauração, companhias de seguro ou até mesmo contratos com a Nestlé... [Imagens: Getty Images, Reuters, Action Images e Twitter]
1
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.